Home > Notícias

Adobe: “a Apple se transformou no Big Brother de 1984”

Segundo um diretor da empresa, ao combater o Flash, a companhia de Steve Jobs age como o sistema controlador do famoso comercial da Apple

Macworld/Reino Unido

06/05/2010 às 8h52

Foto:

A atitude da Apple ao vetar o uso de Flash no iPhone prejudica a inovação e coloca a empresa na posição do “Big Brother”, que controla todos no popular comercial da empresa, o 1984. A afirmação é do CTO (diretor de tecnologia) da Adobe, Kevin Lynch. A afirmação foi feita na quarta (5/5), durante a Web 2.0 Expo, que acontece em São Francisco (EUA).

Para quem ainda não conhece, 1984 mostra uma sociedade controlada pelas ordens exibidas em uma tela. Uma atleta entra na sala de exibição e destroi o telão com um martelo. O comercial (confira o vídeo no final da nota) para o lançamento do Macintosh ficou famoso e continua um hit na Internet.

"A história via além de HTML contra Flash. Ela é sobre a liberdade de escolha na Internet”, afirma Lynch. “Isso não é bom para a indústria, nem para a economia norte-americana ou mesmo para a competição. Isso é totalmente contra o espírito da Internet”, completa.

"A questão tecnológica que a Apple tem conosco não é porque o Flash não funciona. É porque Flash funciona. Você pode fazer aplicativos nesse formato que trabalham bem em todos os sistemas operacionais, e eles não gostam disso”, diz Lynch. O executivo exibiu um protótipo de tablet desenvolvido pela Nvidia que roda Flash. Segundo ele, vários equipamentos como esse estarão nas lojas na segunda metade do ano.

Apple e Adobe têm travado uma batalha dura sobre o uso de Flash em sistemas com iPhone OS. Alguns dos rounds já tiveram ofensas dos dois lados.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail