Home > Notícias

Adobe encerra Creative Suite em troca de modelo de assinatura digital

Empresa anunciou novo modelo de negócios chamado Creative Cloud, com assinaturas entre US$10 e US$50 por mês. CS6 continuará sendo vendido por tempo limitado.

Macworld / EUA

07/05/2013 às 14h01

Foto:

Em um movimento que não deveria surpreender ninguém, a Adobe anunciou nesta segunda-feira, 6/5, grandes mudanças para a sua linha de software Creative Suite e anunciou um serviço de assinatura chamado Creative Cloud. Com esse update, você pode armazenar, sincronizar, e compartilhar arquivos via Creative Cloud no Mac OS, Windows, iOS e Android e pelo Behance, uma comunidade criativa online que a Adobe comprou no ano passado e agora está integrada ao Creative Cloud. 

Segundo o diretor da equipe do Adobe Creative, Scott Morris, esse serviço de assinatura na nuvem será a única maneira para os usuários terem acesso às ferramentas da empresa. A nova aposta da empresa não terá mais versões com números, em uma mudança no modelo de negócios da empresa, em que o foco ficará apenas nas assinaturas e não mais na venda de softwares em caixa, licenças e atualizações.

Os novos aplicativos do Creative Cloud estarão disponíveis a partir do próximo dia 17 de junho. A assinatura do novo serviço vai custar 50 dólares ao mês para novos usuários. Quem já possui alguma versão do pacote entre o CS3 e o CS5.5 poderá adotar a nova modalidade pagando 30 dólares mensais, um desconto significativo. Já os usuários do mais recente CS6 poderão assinar o Creative Cloud por 20 dólares ao mês.

O CS6 continuará sendo vendido por enquanto, mas a fabricante não especificou até quando.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail