Home > Notícias

Ainda é alta a incidência de ataques a falha já corrigida no Windows

Panda Security observa maior incidência de infecções e muda classificação do worm em relatório para 'perigo relevante'.

Redação do Computerworld / EUA

13/01/2009 às 11h07

Foto:

Um worm que explora uma falha crítica no Windows corrigida em outubro do ano passado pela Microsoft continua a se espalhar em PCs que não instalaram a correção, afirma a Panda Security.

“Além de temos observado um crescimento nas amostras de malwares, também  vimos aumento no total de infecções”, afirma o evangelista da empresa, Ryan Sherstobitoff.

O status do worm “Conficker.c”, como a Panda o apelidou, foi atualizado, no relatório Global ThreatWatch da empresa, para “laranja”, o que significa que este é um “perigo relevante” para os usuários.

O bug afetava o Windows nas versões 2000, XP, Vista, Server 2003 e Server 2008 e, para corrigi-lo, a Microsoft lançou uma correção emergencial no dia 23 de outubro de 2008.

A Symantec também alertou, na última sexta-feira (09/01), para o aumento de infecções. Em um post, pesquisadores afirmaram observar um número ‘considerável’ na proliferação do worm, que a empresa dividiu em duas versões, o Downadup e o Downadup.b.

A fabricante estima que cerca de 3 milhões de PCs já foram infectados pelo worm.

Para evitar um ataque pelo worm, o usuário deve atualizar seu sistema. Se a configuração de segurança for para receber as atualizações automaticamente, provavelmente o Windows já foi corrigido. Senão, é possível baixar o patch no site da Microsoft.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail