Home > Notícias

Alemão vai pra cadeia por sequestrar dados de usuários de redes sociais

Criminoso exigia 80 mil euros para não vender as informações roubadas de usuários de redes sociais na Alemanha.

IDG News Service

23/10/2009 às 8h50

Foto:

Um homem alemão teria sido preso depois de rastrear vários dados de sites populares de redes sociais alemães. Em seguida, o suspeito teria tentado extorquir os operadores do site.

O jovem, que não foi identificado, tem 20 anos e vive na cidade de Erlangen, na Alemanha. Foi preso no domingo sob a acusação de extorsão depois da construção de um rastreador que envolveu a StudiVZ, site operado por VZ Networks, disse um porta-voz da companhia sexta-feira.

O rastreador foi capaz de contornar o mecanismo de segurança dos sites e automaticamente fazer um  download das informações disponíveis dos usuários, incluindo nome, escola, sexo, idade e foto dos perfis, confirma o porta-voz Dirk Hensen por e-mail.

A VZ Networks afirmou que o cracker VZ não tinha acesso a qualquer informação sensível, como números de telefone e endereços de e-mail, normalmente indisponíveis para outros usuários.

Hensen se recusou a dar mais detalhes sobre o suposto crime. Mas, de acordo com relatórios publicados, o homem ameaçou vender os dados pertencentes aos usuários das redes VZ  caso não recebesse em troca 80 mil euros (120 mil doláres).

Fundada em 2005, VZ Networks é responsável pela operação de três sites de rede social em alemão semelhantes ao Facebook: SchülerVZ, StudiVZ e meinvz, com mais de 15 milhões de usuários. StudiVZ, um site para estudantes, foi processado pelo Facebook ano passado sob o contexto de plágio.

Segundo Welt Online os criminosos obtiveram informações sobre mais de 1 milhão de usuários. A VZ Networks informou que já aumentou a segurança para evitar este tipo “arrastão”.
Em 22 de abril deste ano, um usuário de 20 anos chamado matt56444 se utilizou de uma ferramenta semelhante. Por meio de um vídeo inserido na rede, o jovem alegou ser capaz de baixar informações de 48 mil usuários em cerca de quatro horas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail