Home > Notícias

Alheia à crise, LG quer triplicar produção de notebooks no Brasil

Empresa pretende fabricar 15 mil unidades por mês na fábrica de Taubaté (SP). Crise econôminca não alterou planos da companhia.

Fabiana Monte, editora-assistente do Computerworld

21/10/2008 às 16h52

Foto:

A LG quer mais que triplicar sua produção de notebooks no Brasil, com a expectativa de produzir 15 mil laptops por mês na fábrica de Taubaté, em São Paulo, que também manufatura celulares da empresa coreana. Atualmente, a companhia produz, mensalmente, 4 mil computadores portáteis na unidade no interior paulista.

"Talvez em novembro, com o volume do Natal, já possamos chegar a este número", prevê Fernando Fraga, gerente de produto notebook da LG, ressaltando que a partir de janeiro essa será a meta da companhia.

O executivo diz que nem mesmo a crise econômica mudou os planos da LG. Segundo Fraga, a LG ainda acredita que não haverá quedas muito grandes nas vendas, porque os estoques dos varejistas já estão preenchidos para o principal período do varejo do ano.

"Talvez mercado corporativo sinta mais, mas parece que o varejo continua otimista e para a gente não surtiu tanto efeito. Quem sabe possamos sentir isso mais para o meio do mês", analisa o executivo.

Com o aumento da capacidade de produção, a fábrica de Taubaté produzirá oito modelos de notebooks, com preços entre 1.999 reais e 5.999 reais. Antes da ampliação, eram fabricados dois modelos. A LG contratou 60 novos funcionários para ampliar a fabricação, mas não revela o investimento para a expansão.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail