Home > Notícias

AMD promete desempenho até 15% maior com processadores “Piledriver”

Nova arquitetura tenta corrigir problemas encontrados na geração anterior dos processadores AMD, apelidada de “Bulldozer"

Jon Gold, Network World/EUA

23/10/2012 às 19h15

Foto:

A AMD anunciou que os processadores baseados em sua aguardada arquitetura “Piledriver” já estão disponíveis para o público, um momento que marca o retorno competitivo da empresa ao mundo dos desktops de alto desempenho.

Os quatro novos modelos - FX-8350, FX 8320, FX-6300 e FX-4200 - são os primeiros a utilizar a nova arquitetura, que tenta corrigir os problemas encontrados na geração anterior dos processadores AMD, a “Bulldozer.”

A geração Bulldozer sofria de uma má aplicação da tecnologia hyperthreading, o que levou a ineficiências e desempenho abaixo do esperado, sobretudo quando comparado à família Sandy Bridge da Intel. Essencialmente, apenas os aplicativos projetados especificamente para funcionar com os vários núcleos da Bulldozer foram capazes de tirar o máximo proveito da arquitetura. Com a otimização ausente, o desempenho caia substancialmente. 

A AMD, no entanto, diz que a Piledriver oferece um aumento de 15% no desempenho em relação à Bulldozer, mantendo os preços abaixo de 200 dólares até para o carro-chefe de oito núcleos, FX-8350. 

"Após a introdução do primeiro e único processador desktop de oito núcleos na indústria no ano passado, agora temos frequências de operação ainda mais altas e uma nova arquitetura com um núcleo x86 de alta performance, para satisfazer usuários avançados", disse Leslie Sobon, executiva da AMD, em comunicado.

De qualquer forma, as análises iniciais foram cautelosas - enquanto a maioria concorda que a Piledriver representa um grande avanço em relação ao decepcionante Bulldozer, a AMD ainda não alcançou a Intel em termos de desempenho e eficiência. O site Tom's Hardware diz que, apesar de o FX-8350 superar a última geração de produtos de médio porte, como o Core i5-3570K, e ter preço melhor, ainda não se compara com as melhores ofertas da Intel. O Hot Hardware concorda, dizendo que "não é uma ameaça à linha de CPUs high-end da Intel”.

É, no entanto, um passo na direção certa para a combalida AMD - a empresa anunciou recentemente que iria ter que demitir 15% de sua força de trabalho depois de postar uma perda operacional de 131 milhões de dólares no terceiro trimestre de 2012. Apesar de a família Piledriver não resolver os problemas da companhia sozinho, seu lançamento ainda é uma boa notícia para uma empresa que  precisava desesperadamente de uma.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail