Home > Notícias

Americanos não compram por celular por medo, mostra pesquisa

Estudo da ABI Research aponta que 71% dos entrevistados se preocupam com a segurança das transações.

Redação do Computerworld

05/03/2009 às 14h54

Foto:

Duas pesquisas com usuários de telefones móveis nos Estados Unidos mostram que os hábitos dos consumidores em relação a usar o aparelho celular para fazer compras não sofreu alterações em 2007 e 2008. A conclusão, segundo a consultoria ABI Research, que realizou os estudos, é que as barreiras para o avanço deste tipo de serviço permanecem fortes.

De acordo com Jeff Orr, analista sênior da ABI Research, pouco mais da metade dos participantes das pesquisas não estão interessados em usar seus celulares para fazer compras. Segundo ele, a maior preocupação dos consumidores diz respeito à segurança das transações, citada por 71% deles. Orr acredita que, à medida que os usuários se sentirem mais confortáveis em relação à segurança das transações, a velocidade da compra ganhará mais ênfase na lista de preocupações dos consumidores.

Apesar disso, as análises mostraram que metade das pessoas que responderam à pesquisa compraram pelo menos um ringtone pelo celular, o que sugere que transações que envolvem valores mais baixos são menos assustadoras para os consumidores. Os participantes também concordaram em ter suas compras feitas pelo celular cobradas em sua conta mensal de telefone.

As pesquisas mostram também que mensagens de texto de marketing permanecem impopulares entre os consumidores, embora alguns deles tenham indicado que estejam abertos a ações como conteúdos gratuitos e descontos recebidos oferecidos por SMS.

Outro analista da consultoria, Mark Beccue, acrescenta que, à medida que a taxa de penetração de smartphones aumente, mais empresas terão iniciativas de mobile shopping, impulsionando este mercado.

Cada uma das pesquisas foi realizada com mais de 1000 usuários de celular nos Estados Unidos entre 14 e 59 anos, com diferentes perfis demográficos. Os estudos foram realizados em novembro de 2007 e dezembro de 2008.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail