Home > Notícias

Analista aconselha que usuários corporativos adiem adoção do iPhone 3G

Companhias devem esperar melhorias em funções e reviews que indiquem possíveis falhas no aparelho antes de usá-lo, diz Enderle Group.

PC Advisor/Reino Unido

18/07/2008 às 14h57

Foto:

Empresas não devem ter pressa para adotar o iPhone 3G, de acordo com análise divulgada pela consultoria Enderle Group nesta sexta-feira (18/07).

O fundador e principal analista da consultoria, Rob Enderle, aconselhou diretores de TI a esperarem antes de distribuir iPhones 3G a funcionários já que possíveis falhas no aparelho não deverão ser descobertas nas primeiras semanas.

"O problema é que a Apple tende a liderar este hype e faz um trabalho tão bom sobre os primeiros reviews que problemas associados com o iPhone 3G começarão a aparecer apenas algumas semanas após o lançamento", aconselha.

A segunda versão do software do iPhone se tornou mais amigável a tarefas corporativas com o novo suporte ao Microsoft Exchange e às Cisco CPN, assim como com a inclusão de GPS.

No entanto, preocupações de usuários já foram expressadas sobre questões como a autonomia de bateria.

Enderle afirma que empresários devem esperar até o final do ano pelo lançamento dos hardwares de terceiros e melhor controle de qualidade na App Store antes de adotar o novo aparelho.

"Seria melhor para empregados e suas companhias se as compras do iPhone 3G fosse atrasado até, pelo menos, setembro, quando partes críticas, como autonomia de bateria, serão corrigidas e usuários corporativos poderão confiar no aparelho para tarefas corporativas".

"Em miúdos, espera até o iPhone 3G sair do beta e tenha suporte a todas as necessidades da sua empresa antes de adotá-lo", afirma ele.

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail