Home > Notícias

Analistas dizem que Apple pode crescer ainda mais nos próximos meses

Nesta semana, a companhia anunciou um lucro líquido de 3,25 bilhões de dólares, 78% superior ao mesmo período de 2009

IDG News Service

22/07/2010 às 11h04

Foto:

Depois dos bons resultados apresentados pela Apple, na última terça-feira (20/7), sobre último trimestre fiscal (Q3) deste ano, a companhia pode se superar ainda mais no futuro, segundo analistas.

A começar pela declaração do COO da Apple, Tim Cook, no qual 80% das empresas relacionadas pela Fortune, como sendo as 100 principais empresas do mundo, estão implantando ou planejam testar o iPhone, e 50% estão fazendo o mesmo com o iPad.

Durante o anúncio dessa semana, o grande destaque foi o lucro líquido de 3,25 bilhões de dólares, 78% superior ao lucro líquido do mesmo período de 2009, quando a companhia registrou 1,8 bilhões.

A receita cresceu 61% para 15,7 bilhões de dólares, contra 9,7 bilhões de dólares do ano passado. "O crescimento nos ganhos foram impressionantes", disse o analista da Gartner, Van Baker.

O trimestre da Apple, foi conduzido por quatro frentes: o iPad, os Macs, iPhones e pelas vendas no mercado internacional.

A ascensão do iPad

A chegada do iPad no mercado levou os consumidores a comprarem 3 milhões de unidades nos primeiros 80 dias e demonstra o grande potencial do produto. Em apenas algumas semanas desde sua estréia, em abril, ele já conquistou 16% do mercado de leitores digitais, superando o Sony Reader, com 10% e alcançando o segundo lugar, atrás apenas do Kindle, da Amazon, com 62%, segundo uma pesquisa da ChangeWave Research.

ipad_300

O estreante iPad atingiu ótimos resultados de venda no último trimestre.

Macs

Uma outra grande surpresa no relatório foi o recorde de vendas dos Macs. Foram vendidos 3,47 milhões durante o período, um crescimento de 33% em relação ao ano anterior, superando os 22% da taxa de crescimento da indústria de PCs.

Com isso, seria possível as vendas do iPad afetarem as vendas do Mac? Segundo a companhia ainda é muito cedo para afirmar isso, no entanto nem todos concordam.

“As vendas do tablet afetarão apenas o mercado de netbooks, no qual a Apple não participa. Não acho que afetará o mercado de notebooks", disse Baker.

iPhones

Claro, o iPhone. Foram vendidos 8,4 milhões de unidades no trimestre, 61% superior ao mesmo trimestre de 2009.

Além disso, o novo iPhone  4 esteve à venda por apenas três dias antes do fim do trimestre, o que significa que muitos aparelhos vendidos foram os modelos 3G ou 3GS. Devido ao vazamento de protótipos do iPhone 4, muitas pessoas, sem dúvida, aderiram a compra. O que fez com que os números de vendas fossem surpreendentes. 

Além disso, é improvável que as questões de antena do iPhone 4 afetem às vendas no próximo trimestre, segundo analistas. 

A ChangeWave entrevistou 4,028 mil consumidores e concluiu que 16,4% planejam comprar um smartphone nos próximos 90 dias.

"Mais da metade dos compradores de smartphones disseram que irão escolher um iPhone, o que pode representar uma grande demanda para os próximos meses", declarou Paul Carton, vice-presidente de pesquisa da ChangeWave. 

Mercado Internacional

Outro bom sinal para a companhia de Steve Jobs é que 52% da receita anunciada foi de países fora dos Estados Unidos.

As vendas de Macs na região Ásia-Pacífico cresceram 73%, na China ,144%, na Coréia do Sul e 184%, em Hong Kong "Nós quase dobramos as vendas, além de liderar o mercado de smartphones no Japão", informou Cook.

"Nos últimos anos, a Apple tem focado o mercado da América do Norte e Europa Ocidental, o que significa que a companhia ainda tem um grande potencial de expansão em outras regiões" finalizou Baker.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail