Home > Notícias

Analistas elogiam pedido de desculpas da Apple por falhas do iOS 6

Na última semana, o CEO Tim Cook publicou uma carta aberta em que até sugere serviços de rivais como Google, Microsoft e Nokia.

Macworld / Reino Unido

01/10/2012 às 11h26

Foto:

A atitude do CEO da Apple, Tim Cook, de se desculpar com os usuários pelas falhas dos Mapas do iOS 6 e até sugerir serviços rivais recebeu elogios de diversos analistas de mercado.

“A carta de Cook é conveniente, significativa, e bem-feita”, afirmou o consultor em relações-públicas Jonathan Rick, para quem as declarações cobrem todas as bases importante. “Ele (Cook) reconhece o problema; expressa arrependimento; não inventa desculpas; oferece alternativas; oferece estatísticas para disfarçar um pouco as más notícias; e promete melhorar a situação.”

Na última sexta, 28/9, Cook publicou uma carta aberta no site da Apple em que se dizia “extremamente triste pela frustração” que o novo app do Mapas causou aos usuários e prometeu soluções. Além disso, o executivo sugeriu que os donos de aparelhos iOS utilizem serviços de rivais como Google, Microsoft e Nokia enquanto a Apple não melhora seu aplicativo de mapeamento.

Apesar de elogiada, a atitude de Cook não é uma novidade na Apple. Seu antecessor Steve Jobs já havia feito a mesma coisa em outras ocasiões, como em 2007 após a empresa baixar o preço do iPhone pouco depois do lançamento.

ios6mapas3d01

Novos Apple Maps foram alvo das maiores críticas no iOS 6

“Penso que a carta de Cook é mais humilde do que as cartas de Jobs”, afirmou o analista da consultoria Technology Business Research, Ezra Gottheil. “Jobs costumava abrandar as circunstâncias e iniciava as cartas falando da superioridade da Apple de forma geral. Apesar  de geralmente correta e de acordo com os fatos, elas (as cartas) geralmente diminuíam a sinceridade da companhia.”

Já outros analistas concordam que a carta foi correta, mas condenam o lançamento do Mapas no iOS 6 em primeiro lugar – o serviço marca a ruptura da Apple com o Google Maps. 

“É um bom movimento da Apple reconhecer a baixa qualidade do Apple Maps, mas eles nunca deveriam ter lançado o serviço pra começo de conversa”, afirmou o analista da consultoria Moor Insights & Strategy, Patrick Moorhead. Para ele, “a Apple devia ter chamado o serviço de beta, trabalhado para melhorá-lo, e então lançá-lo novamente quando fosse algo de qualidade.”

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail