Home > Notícias

Anatel prevê R$ 250 bilhões em 10 anos para comunicações no Brasil

Durante lançamento de mudanças propostas no PGO, superintendente da agência revela estimativa de investimento maior que em 1997.

Redação do IDG Now!*

18/06/2008 às 10h49

Foto:

Os investimentos em telecomunicações no Brasil pelos próximos dez anos serão da ordem de 250 bilhões de reais, segundo estimativa divulgada pelo superintendente de Serviços Privados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Jarbas Valente.

Valente revelou os dados e afirmou que a cifra é maior que os cerca de
180 bilhões de dólares investidos no setor brasileiro em 1997, quando
aconteceram as privatizações das teles.

A estimativa foi revelada durante a apresentação da proposta de alteração do Plano Geral para Atualização da Regulamentação das Telecomunicações no Brasil nesta terça-feira (17/06) e inclui serviços de telefone fixo, móvel, banda larga e TV por assinatura.

Segundo Valente, os maiores investimentos serão nos segmentos de banda larga e telefonia móvel.

De acordo com estudos da Anatel, o acesso à banda larga por meio de telefonia fixa deverá crescer de 8 milhões para 40 milhões até 2018. “Isso é o que temos hoje na telefonia fixa”, avalia Valente.

Já o número de acessos à banda larga pelo celular deve passar de 800 mil para 125 milhões em dez anos. “Isso colocará o Brasil nos próximos dez anos entre os quatro ou cinco grandes operadores mundiais de banda larga, como estamos hoje na telefonia fixa”, prevê.

O número de acessos ao serviço móvel pessoal, incluindo os serviços de banda larga, deverá passar dos atuais 130 milhões para 270 milhões em 2018.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail