Home > Notícias

Apenas o Chrome sobreviveu às investidas hackers no Pwn2Own

IE, Safari e Firefox foram vítimas fáceis no 1º dia da competição que dará 100 mil dólares para os hackers mais rápidos.

Computerworld/EUA

25/03/2010 às 8h31

chrome_ilustra_150.jpg
Foto:

chrome_ilustra_150iPhone, MacBook com Safari, PC com Internet Explorer e Windows 7... Não importa muito a plataforma. É muito difícil segurar um hacker. Foi o que mostrou o primeiro dia de competições do Pwn2Own, desafio que oferece premiação total de 100 mil dólares para quem for mais rápido nas invasões.

A dupla de especialistas em segurança formada Vincenzo Iozzo e Ralf-Philipp Weinmann invadiu um iPhone e levou para casa o prêmio de 15 mil dólares. Mesmo com o atraso no voo para a competição, a dupla não teve problemas para vencer as barreiras criadas pela Apple.

Os computadores da Apple também não resistiram às investidas dos hackers. Charlie Miller, analistas de segurança que já havia vencido nos últimos dois anos, não teve dificuldade para invadir um MacBook Pro com Snow Leopard. E fez isso por meio do navegador Safari. Pelo ataque, ele ganhou 10 mil dólares.

O especialista Peter Vreugdenhil, que fazia sua estreia no evento, tirou proveito de uma vulnerabilidade no IE8, em um PC com Windows 7, e também embolsou um prêmio de 10 mil dólares. E o sistema da Microsoft serviu como base para a investida de um hacker alemão conhecido apenas como Nils, que usou o browser Firefox como porta de entrada para o sistema e levou para casa a mesma quantia em dinheiro.

Entre os navegadores, apenas o Google Chrome sobreviveu ao primeiro dia de investidas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail