Home > Notícias

Apesar da licença médica, Steve Jobs continua a comandar a Apple, diz jornal

Segundo o Wall Street Journal, CEO da empresa está participando de reuniões em casa e até tem sido visto na sede da companhia; executivo se afastou em 17/1

Macworld / EUA

11/02/2011 às 12h18

Foto:

O CEO da Apple, Steve Jobs, pode estar de licença médica da empresa, mas ainda participa de reuniões em casa e por telefone e até têm sido visto na sede da companhia em Cupertino, nos EUA, no último mês, segundo informações do Wall Street Journal.

O jornal também informa que Jobs está muito envolvido em decisões estratégicas e de desenvolvimento de produtos na “maçã”, apesar de ter tirado licença médica de seu cargo no último dia 17/1 por razões não especificadas.

O WSJ cita como fonte “pessoas próximas” ao dizer que os negócios na Apple continuam da mesma maneira que ficaram durante os outros períodos de ausência de Jobs. O contínuo envolvimento do executivo não é uma grande surpresa. Quando enviou um e-mail para seus funcionários na Apple no último dia 17, Jobs afirmou: “continuarei como CEO e envolvido em decisões estratégicas importantes para a companhia.”

O fato de o executivo-chefe de operações Tim Cook ter assumido as tarefas diárias de Jobs fez com que alguns analistas especulassem que ele estava sendo preparado para assumir como CEO até o final deste ano. No entanto, a Apple parece determinada em manter secretos os seus planos de sucessão para Jobs, apesar dos pedidos de alguns acionistas para que eles fossem revelados.

Houve também especulação de que o estado de saúde de Jobs pode causar o atraso no anúncio do  iPad 2 (inicialmente aguardado para janeiro), que já estaria em produção.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail