Home > Notícias

Aplicações legadas podem impedir a morte do IE 6 nas empresas

Sistemas de gestão online criados para o navegador antigo dificultam atualização nas empresas, explica Microsoft.

Daniela Braun, do IDG Now!

12/08/2009 às 18h20

Foto:

O movimento internacional de empresas de tecnologia pelo fim do browser Internet Explorer 6 pode esbarrar nas necessidades do mercado corporativo. Pelo menos para a Microsoft.

Em entrevista ao IDG Now!, o gerente de Internet Explorer da Microsoft Brasil, Pedro Bojikian, afirma que software navegador, lançado em 2001 junto com o sistema operacional Windows XP, ainda é amplamente utilizado em empresas pela dependência de aplicações corporativas desenvolvidas para o IE6, como sistemas de gestão (ERP) para a web. "Em grandes empresas, homologar um novo browser é quase o mesmo que atualizar todo o sistema operacional", explica.

A campanha “Matem o IE6” conta com o apoio de mais de 40 startups de tecnologia e recentemente recebeu o apoio do Google, que anunciou o fim do suporte da rede social Orkut para o antigo navegador.

Os manifestantes argumentam que a criação de sites e serviços online compatíveis com o IE6 aumenta os custos de desenvolvimento de sites 2.0, que usam tecnologias dinâmicas, como as linguagens de programação Ajax.

"Pensando nos desenvolvedores e em donos de sites é realmente difícil trabalhar com o processo de desenvolvimento diferente do IE6", afirma Priscyla Alves, gerente de Windows da Microsoft Brasil. "A Microsoft recomenda a migração do browser, mas não podemos desrespeitar quem quer manter a versão antiga."

No Brasil, a empresa tem realizado campanhas para incentivar a migração para o novo IE8 desde seu lançamento, em maio, ressalta Priscyla. "Estamos trabalhando em campanhas junto aos usuários do IE6 destacando benefícios como melhor desempenho e segurança" na atualização do navegador, afirma.

A ação da Microsoft para internautas envolve a identificação dos usuários do IE6 por meio de tags em banners das propriedades da Microsoft (incluindo MSN, Hotmail e Windows Live Messenger) que são visitadas por 46 milhões de brasileiros. Para as empresas, que ainda têm a maior base de uso do IE 6, a Microsoft tem oferecido consultoria, informa Bojikian.

O IE6 deve descansar em paz após a adoção do Windows 7 pelas empresas. "Com a função Modo XP - máquina virtual que emula o Windows XP para acesso a aplicações compatíveis com o antigo sistema - acreditamos que o problema será resolvido", conclui o gerente geral do IE.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail