Home > Notícias

Aplicativo suspeito à solta no Facebook atrai 300 mil usuários

Programa que promete vídeo inexistente ainda não executou nenhuma ação nociva, mas tem características duvidosas - a começar por seu criador.

IDG News Service

06/07/2010 às 11h46

Foto:

Um aplicativo suspeito circulando no Facebook atraiu quase 300 mil usuários, cujos perfis podem ser utilizados como plataformas para lançamento de spam, de acordo com o consultor sênior de tecnologia da empresa de segurança da Sophos, Graham Cluley.

O aplicativo, chamado "I will NEVER text again" (algo como "eu nunca mais enviarei mensagens SMS"), atrai usuários do Facebook, com a promessa de exibição de um vídeo. Ao clicar, ele pede permissão para acessar as informações básicas do internauta.

Se um usuário lhe dá permissão, o link é postado na página inicial e aparece no Feed de Notícias, e então pode ser lido por outros amigos e, potencialmente, ser acrescentado aos seus perfis também, disse Cluley.

Até agora, ele não executou nenhuma ação maliciosa, mas tem algumas características suspeitas. Embora prometa um vídeo, por exemplo, a imagem não aparece, informou Cluley.

O editor do aplicativo é listado como "Anne Klein," que embora tenha um perfil no Facebook, não possui nenhuma fotografia. 

"O Facebook não analisa os aplicativos de forma tão rigorosa, como, por exemplo, a Apple faz no iTunes. Especificamente neste caso, parece mesmo que é uma página falsa, e o aplicativo seria capaz de exibir publicidade, enviar spam ou espalhar malwares também", declarou ele.

Como o "I will NEVER text again" tem permissão para publicar no muro de uma pessoa, o aplicativo poderia ser usado para divulgar links de spams que remetem a sites web duvidosos.

O aplicativo suspeito já foi denunciado ao Facebook. 

"No passado, a rede social já excluiu aplicativos similares, e pode ser apenas uma questão de tempo até que ele seja vetado", finalizou Cluley.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail