Home > Notícias

Aplicativo VoiceCentral também é retirado da loja da Apple

Desenvolvedor do aplicativo diz que a política da empresa não faz sentido; companhia rejeitou esta semana o Google Voice

Gregg Keizer, Computerworld/EUA

31/07/2009 às 11h46

Foto:

O executivo Kevin Duerr, da empresa desenvolvedora do VoiceCentral, a Riverturn, tentou obter respostas sobre o motivo da remoção do aplicativo da App Store, loja de aplicativos da Apple. O VoiceCentral faz a ponte entre o iPhone e o aplicativo Google Voice, também recusado pela Apple.

Duerr postou no blog da Riverturn uma conversa que teve com um representante da Apple, identificado apenas como Richard, e foi informado que o aplicativo foi removido pelo fato de possuir funções semelhantes às contidas no iPhone. "Sempre fui um fã da Apple, mas essa atitude foi decepcionante", lamenta.

Na conversa, Duerr tenta saber mais detalhes sobre quais funções eram duplicadas e o que poderia ser feito para que o programa fosse aprovado novamente pela Apple, mas Richard disse não poder divulgar mais informações.

voicecentral_original.jpg

VoiceCentral

O VoiceCentral foi aprovado pela App Store no início de abril com um baixo número de downloads. Após o anúncio feito do lançamento do Google Voice para BlackBerry e Android, a venda do aplicativo aumentou progressivamente. No início da semana a empresa foi comunicada que o VoiceCentral havia sido removido da loja de aplicativos da Apple.

Embora o VoiceCentral continue funcionando, ele não receberá mais atualizações nem novas funções. Dessa forma, a Apple restituirá os usuários que baixaram o aplicativo antes da proibição da empresa.

Duerr afirma que o veto não faz sentido e gostaria de saber o motivo da remoção para que o mercado de desenvolvimento de aplicativos evite investimentos pesados para determinados aplicativos e acabe com prejuízos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail