Home > Notícias

Após anúncio de cobrança, WhatsApp some do top 10 da App Store

Até então, app de mensagens era o mais baixado na lista dos apps pagos. Com mudança, novos usuários terão de pagar US$1 por ano após os primeiros 12 meses.

Luiz Mazetto

29/07/2013 às 17h34

whatsapp_43501.jpg
Foto:

O serviço de mensagens instantâneas WhatsApp saiu da lista dos aplicativos mais baixados para iPhone na App Store após a empresa anunciar que o software terá uma assinatura anual de 1 dólar para novos usuários.

Até a mudança, anunciada há pouco mais de 10 dias, em 17/7, o aplicativo que custava um dólar seguia firme como líder no top 10 dos apps pagos mais baixados. Depois disso, passou a figurar na lista dos aplicativos gratuitos, já que a cobrança da assinatura é feita apenas dentro do app e após um ano de uso.

Agora, o WhatsApp aparece apenas na 12ª colocação da lista de aplicativos gratuitos da App Store brasileira, atrás de nomes como Candy Crush e Mandic magiC, além do rival WeChat, que vem ganhando espaço com a mudança e investe numa campanha agressiva de marketing com o jogador de futebol Lionel Messi como garoto propaganda. O WhatsApp é um dos aplicativos mais baixados para iPhone da história da App Store, segundo lista revelada pela Apple neste ano. Nos EUA, o WhatsApp aparece em 32º lugar na loja de aplicativos móveis da Apple.

Polêmica

Talvez um reflexo do resultado atual do WhatsApp na App Store, a mudança na forma de pagamento causou revolta em muitos usuários do software. Muitos diziam que o fato de o aplicativo sempre ter custado um dólar e nada mais "jogava contra" a mudança que consideraram repentina.

Mudança no formato de pagamento

Anunciada em março, a mudança para um formato “freemium”, em que os novos usuários precisam pagar um dólar por ano após os primeiros 12 meses, já está disponível há algum tempo em outras plataformas, como Android e Windows Phone.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail