Home > Notícias

Após carta de Taylor Swift, Apple vai pagar artistas do Apple Music

Cantora pop revelou que empresa de Cupertino não pretendia pagar direitos aos artistas durante o período de testes gratuitos da plataforma de streaming.

Macworld / EUA

22/06/2015 às 13h27

applemusic_625.jpg
Foto:

O plano da Apple de oferecer o Apple Music de graça para os usuários pelos três primeiros meses – e não pagar royalties aos músicos durante esse tempo – não pegou muito bem na indústria fonográfica. Incluindo a cantora Taylor Swift.

Em um posto no seu Tumblr, a cantora explica a razão para ter segurado seu disco 1989 no lançamento do serviço de streaming como um protesto contra a falta de pagamento de royalties no período de testes do Apple Music.

“Tenho certeza que você sabe que o Apple Music vai oferecer um período de testes gratuito de três meses para qualquer pessoa que se inscrever no serviço. Mas não tenho certeza se você sabe que o Apple Music não vai pagar compositores, produtores ou artistas por esse período. Achei isso chocante e decepcionante, além de algo completamente diferente dessa empresa historicamente progressiva e generosa.”

Swift, obviamente, é um dos maiores da indústria musical e pode aguentar ficar sem receber por alguns meses. No entanto, ela diz que está fazendo pelos artistas menores.

Apple muda posição

Pouco após a carta aberta da cantora “explodir” na web, a Apple mudou de postura e o seu VP de software, Eddy Cue, anunciou a novidade neste domingo, 21/6.

 

“O Apple Music vai pagar aos artistas pelo streaming, inclusive durante o período de teste gratuito”, afirmou o executivo em seu perfil no Twitter.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail