Home > Notícias

Após fracasso com mapas do iOS 6, Apple anuncia mudanças na diretoria

Objetivo é aumentar a colaboração entre setores de Hardware, Software e Serviços. Scott Forstall deixa empresa e designer Jony Ive assume a área de interface.

Da Redação

30/10/2012 às 10h04

Foto:

Depois do fracasso no lançamento de seu próprio aplicativo de mapas no iOS 6, a Apple anunciou hoje mudanças em sua gestão executiva. O objetivo, segundo comunicado emitido pela empresa, é aumentar a colaboração entre as equipes de hardware,
software e equipes de serviços.
Como parte dessas mudanças, Jonathan Ive, Bob Mansfield, Eddy Cue e Craig
Federighi assumirão maiores responsabilidades. 

Entre as mudanças mais expressivas está a saída de Scott Forstall, vice-presidente de Software. Jony Ive, que é chefe da equipe de Desenho Industrial e conhecido pelos famosos designs de produtos da Apple, assumirá também a liderança e direção da área de interface humana (HI). Segundo a empresa, "a estética incrível do design de Ive tem sido a força motriz por trás da aparência de produtos da Apple há mais de uma década". 

ios6mapas3d01

iOS 6 marcou saída do Google Maps e estreia do serviço próprio da Apple, alvo de muitas críticas

Eddy Cue vai responder pelo desenvolvimento do Siri e  da área de mapas, além do grupo de serviços online, que engloba a iTunes Store, a App Store, a iBookstore e o iCloud.

Craig Federighi vai responder pelo desenvolvimento dos sistemas operacionais iOS e do OS X.
E  Bob Mansfield vai liderar a equipe de tecnologia que combina todas
as equipes sem fio da Apple, com o objetivo de levar a inovação nesta área a um nível ainda mais elevado. Esta área também irá incluir as equipes de semicondutores, que têm planos ambiciosos para o futuro. 

ive-objectivied
Conhecido por ter ajudado o iPhone e o iPad, Jonathan Ive (foto) ganhou mais responsabilidades em mudança de cargos na Apple

Novo chefe de varejo
Além disso, John Browett também está deixando a Apple.
A busca de um novo chefe de varejo está em andamento. Enquanto isso, a equipe de varejo vai se reportar diretamente a Tim Cook.

"Estamos em um dos períodos mais prolíficos de inovação e novos produtos na história da Apple", disse Tim Cook, CEO da Apple, no comunicado.
"Os produtos incríveis que já introduzidas em Setembro e Outubro, o
iPhone 5, o iOS 6, mini iPad, iPad, iMac, MacBook Pro, iPod touch, iPod
nano e muitos de nossos aplicativos, só poderiam ter sido criado na Apple
e são o resultado direto de nosso foco em integrar estreitamente classe
mundial de software, hardware e serviços."

Entenda o caso

Lançada em 19/9, a mais nova versão do iOS 6 traz poucas melhorias importantes e tem como principal falha justamente o novo serviço de Mapas, que deixou de usar o conteúdo do Google Maps em troca do controle total da Apple que agora utiliza dados de empresas como TomTom. As principais reclamações são por erros na exibição e localização do serviço, além da falta de dados de transporte púbico e o fim do Google Street View, exclusivo da gigante de buscas - em seu lugar foi adotado o Flyover, que exibe cidades em 3D, mas só está disponível em algumas poucas cidades do mundo.

A repercussão do caso fez com que surgissem diversas piadas e críticas na web contra a empresa, de usuários, empresas rivais e veículos especializados. Pesquisa feita nos EUA com mais de 15 mil pessoas nesta semana aponta que o lançamento do iOS 6 fez com que diminuísse o nível de satisfação entre os donos de iPhone.

Depois disso, a Apple emitiu um pedido de desculpas público por meio de uma carta aberta do seu CEO, Tim Cook, em que promete melhorias e até sugere serviços de mapeamentos dos rivais Google, Microsoft e Nokia.

Na última semana, o Google liberou o acesso ao recurso Street View por meio de navegadores em smartphone se tablets – o recurso saiu do iOS 6 para dar lugar ao Flyover, que está presente em poucas cidades do mundo e ainda apresenta muitos erros.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail