Home > Notícias

Criminoso é condenado a 9 anos por fraude milionária contra Apple

Shaheed Bilal liderou gangue que usou cartões de crédito roubados para comprar e depois revender iPads, iPhones e MacBooks nos EUA. 16 pessoas foram presas.

Macworld / Reino Unido

22/06/2012 às 13h27

Foto:

O líder de uma gangue de cibercriminosos que produziu cartões de crédito falsificados e então os usou para comprar o equivalente a um milhão de dólares em iPads, iPhones e MacBooks em lojas da Apple nos EUA, foi condenado a passar entre quatro e nove anos na prisão.

O réu Shaheed Bilal, 29 anos, se declarou culpado por roubo em segundo grau. De acordo com a agência Reuters, se ele tivesse sido condenado em julgamento poderia ter encarado até 15 anos atrás das grades.

Bilal teve ajuda de familiares para cometer os crimes. Eles o ajudaram a conseguir compradores para os produtos. Os irmãos de Bilal, Ali e Rahim, receberam sentenças de um a três anos, e dois a seis anos, respectivamente.

No total, 16 pessoas foram condenadas no caso que começou em 2008 e durou por dois anos e meio.

novoipad_390.jpg

Gangue deu prejuízo de US$1 milhão para Apple em compra de iPads, iPhones e MacBooks com cartões roubados

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail