Home > Notícias

Após indícios de queda, Instagram diz ter mais de 90 milhões de usuários ativos

De acordo com a empresa, apenas um em cada dois usuários do serviço possui sua conta conectada ao Facebook

Daniel Ionescu, PC World/EUA

18/01/2013 às 18h13

instagram_43501.jpg
Foto:

O serviço de compartilhamento de fotos Instagram disse que possui, atualmente, mais de 90 milhões de usuários ativos mensais. É um aumento de 10% desde dezembro, apesar das alegações de que a ferramenta está perdendo assinantes depois do recente escândalo sobre a revisão de seus termos de serviço.

Em dezembro, o Instagram propôs uma série de alterações em seus termos de utilização para definir planos para ganhar dinheiro com o serviço, que foi comprado pelo Facebook por 1 bilhão de dólares no início de 2012. Os novos termos afirmavam que o Instagram poderia usar suas fotos em anúncios, o que gerou grande repercussão por especialistas e usuários, que pediram para que as pessoas desativassem suas contas.

Para acabar com as preocupações, o Instagram concordou em voltar aos seus termos de serviço originais na seção de anúncios, o mesmo utilizado desde que o app foi lançado, em 2010. No entanto, outros setores ainda sofrerão alterações a partir do dia 19 de janeiro.

Preparem-se para os novos termos de serviço
Faltando apenas um dia para os novos termos de serviço do Instagram entrarem em vigor, não é nenhuma surpresa que o serviço esteja mostrando seus números. O movimento parece ser uma resposta direta a relatórios do final do ano passado, que alegavam que os usuários estavam deixando o serviço de compartilhamento de fotos em massa devido ao burburinho dos novos termos.

Mas agora parece que os dados dos relatórios eram falhos. O AppData, a fonte das informações sobre o declínio da base de usuários, rastreia apenas o número de pessoas que têm suas contas do Facebook ligadas ao Instagram, que são 45 milhões atualmente.

De acordo com o Instagram, isso significa que apenas um em cada dois usuários do serviço possui sua conta conectada ao Facebook, indicando que, no longo prazo, os novos termos de serviço tiveram pouco efeito sobre a base de usuários.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail