Home > Notícias

Após “massacre” de gamers do Xbox, Microsoft desiste de plataforma comum

Empresa fez testes colocando em confronto os melhores jogadores de console contra medíocres de PC; desvantagem dos primeiros foi evidente.

PC World/US

22/07/2010 às 15h41

Foto:

A Microsoft tinha o projeto de unir os jogadores do Xbox com os de PC, mas, no fim das contas, teve de abandoná-lo. O motivo é simples: nos jogos disputados entre usuários de plataformas diferentes, os do Xbox sempre se davam mal.

A informação é de Rahul Sood, fundador da Voodoo PC, fabricante americana de computadores de alta performance, e CTO da divisão de games da HP. Ele confirma o rumor de que a gigante dos softwares estava, realmente, disposta a reunir os jogadores, tanto os que usam Windows quanto os que possuem o console, em sua rede LIVE. A intenção era que todos pudessem participar em um mesmo espaço, jogando títulos como Unreal e Gears of War.

Segundo Sood, “durante o desenvolvimento, eles colocaram em confronto os melhores jogadores do console contra jogadores medíocres de computador”. Em suma, um teclado e um mouse contra um gamepad. Os resultados, no entanto, não foram os esperados.

Plano insustentável
“Quem estava com o Xbox era aniquilado o tempo todo”, afirma. “A diferença de desempenho era tamanha que a equipe de desenvolvimento concluiu que seria embaraçoso colocar o plano em prática”.

xbox360_300

Jogadores do Xbox 360 se deram mal contra jogadores de PC.

Atualmente, a Microsoft possui duas versões do LIVE, uma para o Windows e outra para o Xbox 360. Se você se lembra de títulos como Shadowrun, Universe at War e Lost Planet (se não lembra, não precisa se preocupar), também deve recordar que esses jogos ofereciam partidas entre usuários de plataformas distintas. Foi aí que as disparidades entre os controles foi levantada e resolvida em favor de... nenhuma das duas.

O que quer que a Microsoft faça, o óbvio continuará lá: o gamepad oferece uma forma de jogar games, o teclado e o mouse outra completamente diferente. Cada um é bom para determinado tipo de jogo e colocá-los em confronto é como tentar descobrir qual é o melhor entre um carro de fórmula 1 e um de rally.

gamesshutter_625.jpg

E para quem pensa que o padrão de controle do Windows é sempre mais preciso que um gamepad, uma última pergunta: já tentou jogar Super Mario com teclado e mouse?

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail