Home > Notícias

Após pior ano da história, mercado de celulares começa a se recuperar

Analistas acreditam em crescimento no quarto trimestre de 2009, mas alertam para excesso de oferta e guerra de preços em 2010.

Redação do IDG Now!

30/10/2009 às 11h06

Foto:

O mercado global de telefones celulares deve crescer durante as vendas de fim de ano, depois de quatro trimestres em queda, levantando temores de batalhas de preços, disseram analistas nesta sexta-feira (30/10).

A indústria de telefonia móvel está encerrando seu pior ano da história, com a líder do mercado Nokia prevendo queda de 7% no volume de mercado em 2009, em comparação com 2008.

“A indústria está começando a se recuperar”, disse o analista da Strategy Analytics Neil Mawston, que prevê um aumento de 3% nas vendas de dispositivos portáteis durante o quarto trimestre do ano.

Ele alertou, porém, que o mercado global de portáteis está lotado e poderemos esperar para 2010 tanto excesso de oferta como cortes de preços.

A Strategy Analytics estima que 291 milhões de telefones foram vendidos no terceiro trimestre de 2009, número 4% inferior ao mesmo período de 2008.

Já a consultoria IDC estima que o mercado caiu 6% em um ano, atingindo 287 milhões de telefones vendidos entre julho e setembro de 2009.

“Durante o terceiro trimestre, nós vimos muitas promoções de dispositivos antigos por preços bem baixos. Para muitos, isso foi o suficiente para suprir a demanda”, diz o analista do IDC Ramon Llamas.

A Nokia diminuiu preços de telefones no meio de outubro, com analistas dizendo que os cortes trimestrais foram bem distribuídos entre os modelos da empresa.

“O Natal deve ter bastante promoção – os cortes de preço no mercado do Reino Unido já são bastante agressivos, particularmente nos modelos mais baratos de telefones com tela sensível ao toque”, disse o analista da MKM Partners, Tero Kuittinen.

Excesso de oferta em 2010
Kuittinen disse que, com todas as fabricantes colocando novos modelos, a indústria vai encarar problemas durante o próximo ano.

“Em 2010, nós vamos ter excesso de oferta, com a indústria emergindo de um grande declínio de volume. O perigo aqui é que as competições de corte de preço vão assolar a recuperação da indústria”, disse Kuittinen.

A segunda e a terceira maiores fabricantes de portáteis do mundo, as coreanas Samsung Eletronics e LG Eletronics, respectivamente, continuaram a ganhar mercado, com vendas crescendo 16% e 37%, respectivamente.

“Essa foi a primeira vez que uma fabricante que não a Nokia enviou mais de um quinto dos dispositivos do mundo desde o lançamento do Motorola RAZR em 2006”, disse Mawston.

A Motorola e a Sony Ericsson continuaram na luta no trimestre, com as vendas das duas caindo quase pela metade em relação ao ano anterior.

A Sony Ericsson perdeu mercado pelo sétimo trimestre seguido, enquanto a Motorola teve seu pior desempenho desde o primeiro trimestre de 2001.

A participação da Apple no mercado de telefones atingiu seu maior nível na história, com 2,5%, de acordo com a Strategy Analytics.

“Seguindo a decisão da fabricante de manter o modelo 3G no mercado por um preço de venda menor, os competidores da Apple agora encaram uma pressão tanto na experiência do usuário quando nos preços”, disse Mawston.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail