Home > Notícias

Apple afirma vender mais iPhone XR do que qualquer outro modelo

Entretanto, companhia não abriu números de vendas do modelo 'mais acessível' e nem o fará

Michael Simon | Macworld EUA

03/12/2018 às 11h31

Foto: Shutterstock

Durante o balanço financeiro do trimestre, quando geralmente as empresas sentam e refletem sobre números, a Apple fez o mesmo e, ao que tudo indica, a companhia está no "modo de controle de danos" por completo. Tudo começou com a Black Friday, que - para todos os efeitos - durou quatro dias este ano, em vez de um. Em seguida, a empresa aumentou o valor de troca dos modelos mais antigos para os consumidores que atualizassem seus dispositivos para o iPhone XR ou XS.

Em entrevista à CNET, Greg Joswiak, vice-presidente da Apple, disse que o iPhone XR “é o nosso iPhone mais popular desde o dia em que se tornou disponível”. Ele esclareceu sua observação à Reuters, informando que o XR é o "produto mais popular e o mais vendido da Apple" desde que a empresa começou a vendê-lo em 26 de outubro.

Em um primeiro momento, isso é uma ótima notícia para a Apple. Enquanto o iPhone XR é o mais novo dos mais novos telefones da companhia, relatórios espalhados sugerem que não foi o sucesso esperado, e as ações da Apple caíram rapidamente como resultado (entre outros fatores). Agora, ela está dizendo que o iPhone XR não está vendendo bem, está vendendo melhor do que qualquer outro iPhone nos últimos 33 dias.

O jogo dos números

Por um lado, existem dois modelos para o iPhone XS este ano, o modelo regular de 5,8 polegadas e o Max de 6,5 polegadas, ambos os quais custam significativamente mais do que o iPhone XR de US$ 750. Logo de cara, isso divide as vendas dos telefones de forma emblemática. Enquanto a Apple pode vender 30-40 milhões do iPhone XS em um trimestre, ela é dividida entre dois modelos, por isso não será tão impressionante por smartphone.

Digamos que a Apple venda 100 telefones por dia. Podemos supor que 30 deles são modelos antigos (iPhone 8 e 7), sobrando 70. Então, a Apple vende 40 iPhone XS e XS Max (20 cada um por causa do argumento). Isso deixa 30 iPhones restantes para o XR. Então, embora tecnicamente ultrapasse cada modelo do iPhone, a Apple vendeu mais telefones antigos e mais iPhone XS neste exemplo. E há um milhão de maneiras de dividi-lo e obter resultados semelhantes.

Mesmo além disso, o iPhone XR é significativamente mais barato que o XS e o XS Max, então deve ser o iPhone mais vendido. Além disso, é um mês mais recente. E não há muita diferença entre eles e o XR, com o modelo mais barato na verdade com uma tela maior do que o iPhone XS. Então, o que realmente significa "vender mais"? É tudo uma questão de giro, que será como as coisas funcionarão na Apple a partir de agora.

Quando a empresa anunciou que o iPhone X era o celular mais vendido todas as semanas durante o trimestre de férias do ano passado, era igualmente vago, mas tinha um significado maior. A Apple estava testando se seus clientes estavam dispostos a gastar mil dólares em um iPhone, e a popularidade do X provou isso. O preço médio de venda disparou, os concorrentes correram para copiá-lo e o entalhe se tornou um símbolo icônico do status da Apple.

Esse não é o caso aqui. Ao dizer que o iPhone XR é o celular mais vendido, a Apple está basicamente dizendo que não é um fracasso. Os comentários de Joswiak podem fazer grandes manchetes e boas relações públicas, mas isso não vai parar as perguntas sobre as vendas do iPhone. Como a Apple vai parar de relatar as vendas unitárias, esses tipos de relatórios de vendas vagos são tudo o que teremos para avaliar o sucesso de um determinado modelo do iPhone.

 

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail