Home > Notícias

Apple altera política e abre caminho para o Flash

Companhia enviou declaração com novas diretrizes de desenvolvimento de software; mudança fez ações da Adobe subirem 8%

Macworld/Reino Unido

09/09/2010 às 12h29

Foto:

Em um movimento surpreendente, a Apple anunciou hoje (9/9) mudanças em sua política relacionada ao desenvolvimento de softwares para seu sistema operacional iOS, utilizado no iPhone, no iPod touch e no iPad. O movimento foi interpretado por muitos, inclusive, como a liberação do uso do Flash, tecnologia repudiada pela Apple.

Disponível para desenvolvedores, a Apple publicou um conjunto completo de diretrizes que irão ajudar a determinar a elegibilidade de um app para inclusão na App Store. Enquanto isso, uma nova App Review Board (Conselho de Review de App) promete dar aos desenvolvedores “a oportunidade de apelar a rejeição de um aplicativo se (eles) acreditarem que a funcionalidade ou implementação técnica foi mal interpretada.”

Segue abaixo o comunicado de imprensa  da Apple.

Declaração da Apple Sobre Regras de Avaliação da App Store

“A App Store revolucionou o modo como aplicativos para dispositivos móveis são desenvolvidos e distribuídos. Com mais de 250 mil aplicativos e 6,5 bilhões de downloads já feitos, a App Store tornou-se a maior plataforma de aplicativos móveis e os desenvolvedores da App Store já receberam mais de um bilhão de dólares pela venda de seus aplicativos.

Nós estamos continuamente trabalhando para fazer a App Store ser ainda melhor. Ouvimos nossos desenvolvedores e consideramos muito o retorno deles. Com base nos testemunhos dos desenvolvedores estamos anunciando hoje mudanças importantes a nossa licença do iOS Developer Program (Programa para Desenvolvedores do iOS) nas seções 3.3.1, 3.3.2 e 3.3.9 para amenizar algumas restrições que havíamos incluído anteriormente este ano.

Particularmente, estamos diminuindo as restrições às ferramentas usadas no desenvolvimento de aplicativos para iOS, desde que os aplicativos resultantes não façam o download de nenhum código. Isto deve dar aos desenvolvedores a flexibilidade que eles buscam, enquanto preserva a segurança de que precisamos.

Além disso, estamos publicando um guia das regras de avaliação da App Store (App Store Review Guidelines) para ajudar os desenvolvedores a entender como avaliamos os aplicativos submetidos. Esperamos que isso mostre transparência e ajude nossos desenvolvedores a criar aplicativos ainda mais bem sucedidos para a App Store.

A App Store talvez seja o marco mais importante na história do software móvel. Trabalhando junto com nossos desenvolvedores, nós continuaremos a surpreender nossos usuários com aplicativos móveis inovadores.”

Até o momento, o SDK (kit de desenvolvimento de software) e as regras da App Store proibiam os aplicativos de explorarem determinados recursos do iPhone. Anteriormente, a Apple mudou a Seção 3.3.1 de seu contrato de licença de programa para desenvolvedor, insistindo que o software usado para criar apps deveria ser escrito para rodar diretamente no sistema do smartphone da Apple, sem uma camada intermediária de programa. O movimento baniu efetivamente o Flash do iPhone.

A novidade da Apple fez com que as ações da Adobe subissem 8,36%, chegando a 31,76 dólares nas cotações de hoje, 9/9. Apple e a Adobe têm trocado farpas nos últimos meses justamente por conta do Flash, padrão popular na Internet, mas considerado ultrapassado e inseguro por Steve Jobs.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail