Home > Notícias

Apple corrige 92 bugs, mas “esquece” nova falha explorada por hackers

Atualização de segurança bate recorde; brecha utilizada no concurso de invasões Pwn2Own não foi corrigida

Computerworld/EUA

30/03/2010 às 7h55

Foto:

A Apple corrigiu nesta segunda (29/3) um número recorde de falhas (quase 40% delas consideradas críticas) em seus sistemas operacionais Leopard e Snow Leopard: 92. As correções fazem parte do Security Update 2010-002.

Para o leitor ter uma ideia, o maior pacote de correções liberado no ano passado combatia “apenas” 67 vulnerabilidades. “O número de correções é tão grande e assustador que o usuário não quer nem ver”, afirmou o diretor da nCircle Network Security, Andrew Storms.

O pacote acaba com bugs de segurança em 42 aplicativos ou componentes do sistema operacional Mac OS X, indo do firewall ao X11, a versão para Mac do X Windows System. Mais de 40% das vulnerabilidades corrigidas são consideradas críticas, por permitirem a execução de códigos usados na invasão e controle remoto de computadores.

A atualização também leva o Snow Leopard para a versão 10.6.3 (atualização que corrige bugs relacionados ao QuickTime e ao recurso AirPort, entre outros), o que torna este o terceiro maior update para esta versão do sistema operacional da Apple, lançado em agosto de 2009.

Apesar de todas essas correções, Charlie Miller, pesquisador que invadiu na semana passada um sistema com o Snow Leopard durante a competição de hackers Pwn2Own, o que lhe rendeu um prêmio de 10 mil dólares, afirma que a brecha que ele utilizou para controlar o equipamento não foi corrigida.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail