Home > Notícias

Apple desenvolve tecnologia que fotografa ladrão de iPhone

Patente da empresa mostra sistema que “espiona” quem usa o celular sem autorização; recurso pode servir também para impedir o jailbreak

IDG News Service/EUA

20/08/2010 às 15h56

Foto:

Se alguém roubar seu iPhone, caso você seja usuário do serviço MobileMe, pode remotamente bloquear o acesso aos dados do aparelho e até mesmo monitorar a posição do equipamento. E quanto a prender o bandido? Há casos registrados (inclusive no Brasil) de criminosos que foram parar na cadeia, graças a esse recurso, mas a Apple que aprimorar essa funcionalidade. É o que mostra uma patente registrada pela companhia no começo do ano, mas divulgada só ontem (20/8).

A empresa de Steve Jobs propõe um mecanismo que grava a voz do usuário, tira fotos e marca a localização geográfica de onde a imagem foi capturada. Tudo isso de maneira discreta, sem que a pessoa que está usando o aparelho perceba. 


A ideia é avisar o verdadeiro dono do aparelho, via mensagem de texto, Messenger ou VoIP (ligação via Internet) ou qualquer outro meio, de que alguém está usando um celular perdido ou roubado, quem ele é e onde está. Além disso, permitiria um bloqueio radical do equipamento, tornando o aparelho inutilizável.

Embora esse sistema tenha grande apelo no ambiente corporativo, por conta da preocupação das empresas com a segurança dos dados armazenados nos aparelhos, também pode se tornar uma ameaça para os usuários de jailbreak (desbloqueio do aparelho para o uso de softwares não autorizados pela Apple). 

Com ele, a Apple poderia identificar a presença de alterações que ela não deseja no aparelho e impedir qualquer tipo de desbloqueio, seja para o uso de outras operadoras ou para rodar programas que a empresa não quer que você use. Será que ele conseguiria vencer a criatividade dos hackers?

findmyiphone

Recursos de localização do iPhone: ferramenta contra os ladrões

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail