Home > Notícias

Apple doa US$ 100 mil para causa pró-casamento gay

Empresa anunciou publicamente que se opõe à Proposição 8, projeto de lei que pretende banir o casamento gay na Califórnia.

Macworld/EUA

27/10/2008 às 11h41

Foto:

Em uma rara ação, a Apple mostrou engajamento político nesta semana. Uma nota publicada na área de "últimas notícias" do site da empresa opõe-se à Proposição 8, projeto de lei que pretende banir o casamento gay na Califórnia, com votação prevista para 4 de novembro, data das eleições norte-americanas.
  
A Apple anunciou a doação de 100 mil dólares à campanha “Não ao 8”, citando sua história como primeira companhia da Califórnia a oferecer os mesmos benefícios aos funcionários com parceiros do mesmo sexo: “Acreditamos firmemente que os direitos fundamentais das pessoas - incluindo o direito ao casamento - não devem ser afetados por suas orientações sexuais. A Apple vê isso como uma questão de direito civil, em vez de somente uma questão política, e por essa razão se declara publicamente contra a p roposição 8”.

A Apple não é a única companhia do Vale do Silício a se opor à medida. O jornal Los Angeles Times afirmou que Sergey Brin e Larry Page, fundadores do Google, também contribuíram com uma quantia substancial para a campanha do “Não ao 8”.

A Apple fez sua doação à campanha “Não ao 8” um dia após o grupo que apóia a Proposição 8 ter anunciado que as empresas que contribuíram com os direitos homossexuais seriam identificadas como oponentes das uniões tradicionais - a menos que tenham doado quantia semelhante à campanha que pretende banir o casamento gay.

Uma pesquisa recente indicou que a Apple é a marca que mais agrada ao público gay.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail