Home > Notícias

Apple e Amazon perdem US$1,6 mi em fraude de músicas

Com rendimentos de cerca de US$800 mil, gangue foi presa no Reino Unido após comprar faixas de artistas desconhecidos usando cartões de crédito roubados

Da Redação

30/03/2012 às 15h02

Foto:

Nesta semana foram presos membros de uma gangue britânica que gerou cerca de 1,6 milhão de dólares em prejuízos para a Apple e a Amazon por meio do pagamento de royalties fraudulentos, informa a rede BBC.

De acordo com a publicação, o grupo criminoso teria praticado o golpe entre 2008 e 2009 ao comprar músicas nas lojas da Apple (iTunes) e da Amazon usando cartões de crédito roubados. Com rendimentos que chegaram a cerca de 800 mil dólares, o golpe funcionava de modo simples: os criminosos faziam upload de músicas para os serviços citados e então usavam dados de cartões roubados para comprar as faixas. 

A empresa de Cupertino descobriu o esquema criminoso quando percebeu que estava pagando grandes valores para artistas completamente desconhecidos da região de Wolverhampton, na Inglaterra, com uma frequência que seria esperada para uma artista “como Madonna”. 

Segundo a BBC, acredita-se que esse é o primeiro golpe do tipo no Reino Unido. O líder da gangue, Craig Anderson, foi condenado a quatro anos e oito meses de prisão.

itunes-roberto-carlos.png

iTunes Store chegou oficialmente ao Brasil em dezembro do ano passado

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail