Home > Notícias

Apple vai pagar US$32,5 milhões por compras dentro de apps feitas por crianças

Segundo documento publicado nesta semana, empresa de Cupertino concordou com a FTC em pagar US$32,5 milhões por essas compras feitas sem intenção.

Macworld / EUA

15/01/2014 às 17h45

applelogo_43502.jpg
Foto:

Os pais cujos filhos fizeram compras acidentais dentro de aplicativos agora tem um recurso do governo dos EUA, graças a um acordo entre a Apple e a Comissão Federal de Comércio daquele país, a FTC. Publicado nesta quarta-feira, 15/1, o acordo traz mudanças para como as compras dentro de apps da Apple são comunicadas aos usuários, assim como um valor mínimo de 32,5 milhões de dólares em reembolsos para os consumidores.

A disputa pelas compras dentro dos aplicativos ganhou atenção pela primeira vez em 2010, com informações de pais cujos filhos tinham, em alguns casos, gasto centenas ou até milhares de dólares em compras dentro dos aplicativos.

Essas compras eram habilitadas pelo fato de que, após digitar a senha da iTunes Store uma vez, as compras seguintes podiam ser feitas nos próximos 15 minutos sem a necessidade de digitar a senha novamente. Apesar de a Apple ter revisado tal recurso em março de 2011, a FTC já tinha decidido a favor do então representante de Massachusetts, Edward Markey.

Pelos termos do acordo com a FTC, a Apple admite que não fez nada de errado, mas concorda em revisar seu sistema de compras dentro dos apps para esclarecer suas práticas de cobrança, incluindo fornecer informações clara sobre o que está sendo comprado, exigir consentimento expresso para todas as compras, e permitir aos consumidores retirarem tal consentimento a qualquer momento. 

A Apple também terá de pagar aos consumidores um valor mínimo de 32,5 milhões de dólares por compras feitas por menores de idade sem querer. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail