Home > Notícias

Apple faz updates discretos no Mac Pro e AirPort Express

Empresa alterou apenas processador e memória RAM do Mac profissional, e deixou seu ponto de acesso Wi-Fi com a "cara" da Apple TV

Macworld/EUA

13/06/2012 às 16h05

Foto:

Usuários de Mac Pro que esperavam um upgrade desde 2010 tiveram seus desejos atendidos - pelo menos parcialmente, já que as mudanças foram muito pequenas. A Apple discretamente alterou a configuração das máquinas, e, durante algum tempo, chegou até a exibir a etiqueta de “Novo” no Mac Pro, contudo acabou removendo a indicação tempo depois. Os iMacs também ficaram de fora, entretanto fontes da empresa afirmam que novos modelos devem chegar ano que vem.

As mudanças foram no processador e na quantidade de memória RAM oferecida. Há dois modelos: primeiro agora possui processador quad-core Xeon W3565 com 3.2GHz, capaz de alcançar 3.46 GHz utilizando Turbo Boost, além de 6GB de RAM DDR3. Já o modelo mais avançado possui dois processadores six-core Xeon E5645 de 2.4GHz, 12GB de RAM DDR 3, além de contar com uma opção chamada Hyper-Threading, que permite até 24 núcleos virtuais. Ambos os equipamentos possuem 1TB de disco rígido, além de um chip gráfico ATI Radeon HD 5770 de 1GB. O modelo básico sai por 9.799 reais, enquanto o mais avançado chega à cifra de 15 mil reais, disponíveis na loja online da Apple

 

macpro06.jpg

Mac Pro ganhou novidades internas: nada de portar Thunderbolt ou USB 3.0

 

Os modelos anteriores possuíam processadores de 2.8 GHz e 2.4 GHz, respectivamente, com exatamente metade da memória RAM - 3GB para o equipamento mais básico e 6GB para o mais avançado. A Apple também atualizou o Mac Pro Servidor, e, apesar de manter o mesmo processador quad-core Xeon W3565 de 3.2 GHz, agora o equipamento inclui dois HDs de 1TB, 8GB de RAM e OS X Lion Server. Todo esse pacote sai por 12 mil reais. 

A companhia de Cupertino, no mesmo dia em que anunciou seus novos MacBooks, também atualizou o AirPor Express sem fazer muito barulho, com um update para o utilitário para iOS que suporta configuração de novos dispositivos assim como já é compatível com IPv6. O ponto de acesso Wi-Fi da empresa não recebia atualizações desde 2008, e agora é mais parecido com uma Apple TV: ao invés de uma porta HDMI, o acessório possui conectores WAN e LAN, uma porta USB e saída de áudio analógico/óptico. Para agradar os usuários, o dispositivo traz agora uma opção para suportar duas bandas Wi-Fi, permitindo que iPads e Macs se conectem em uma rede de 5GHz, enquanto iPhones ficam com a frequência 2.4 GHz

 

airportexpress01.png

Acessório ficou com a "cara" da Apple TV e recebeu novos recursos

 

As funções do AirPort Express continuam as mesmas: ele serve como ponto de acesso Wi-Fi ou para aumentar o alcance de outro, permite que seus alto-falantes possam reproduzir músicas via AirPlay ou que impressoras USB funcionem via Wireless. No Brasil, o acessório custa 479 reais. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail