Apple finaliza compra de divisão de chips de smartphones da Intel

Intel culpou Qualcomm por sua necessidade de vender a divisão de chips para mobile

Foto:
https://pcworld.com.br/apple-finaliza-compra-de-divisao-de-chips-de-smartphones-da-intel/
Clique para copiar

Nesta segunda-feira (02), a Intel completou a venda de sua divisão de smartphones para a Apple por US$ 1 bilhão. Agora, a intenção da Intel é focar no desenvolvimento de chips 5G para desktops e notebooks, além de modems para dispositivos IoT e veículos autônomos. Enquanto isso, a Apple fabricará tudo em casa, sem precisar da Qualcomm.

A Intel alegou que a venda da unidade de chips de smartphones para a Apple rendeu “um prejuízo de bilhões de dólares”. Para a empresa, a rival Qualcomm foi quem a forçou a sair do mercado.

Segundo a Intel, a decisão de vender sua divisão de produção de modems para smartphones surgiu a partir das táticas anticompetitivas da Qualcomm, que está, inclusive, sob processo da FTC (Federal Trade Comission, algo semelhante à Secretaria de Defesa do Consumidor do Ministério da Justiça, no Brasil) por ir contra a lei antitruste estadunidense, que regula a conduta e a organização de empresas, geralmente para promover uma concorrência leal em benefício dos consumidores.

Negócio fechado e a Apple passa a depender ainda menos de terceiros para produzir seus dispositivos, ainda mais quando se trata de um componente tão importante para o funcionamento dos iPhones. Trata-se de um importante passo, visto que seus primeiros três modelos – iPhone, iPhone 3G e iPhone 3GS – utilizaram modems da concorrente Samsung antes da criação da série A de chips.

Fonte: Intel

tags

Relacionadas

Intel quer mudar paradigma dos modelos de programação atuais

Empresa expandiu seu portfólio de tecnologia para transferir, armazenar e processar dados com mais eficiência por meio de uma nova categoria de GPUs

Intel e MediaTek firmam parceria no desenvolvimento de modem 5G para PCs

O chip Helio M70 5G, da Intel, será utilizado como base

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site