Home > Notícias

Apple ganha ação contra fabricante de clones de Mac

Segundo o juiz que está cuidando do caso, a Psystar violou os direitos da Apple ao utilizar o sistema operacional Mac OS X em seus computadores

Redação da Macworld

16/11/2009 às 11h00

Foto:

A Apple ganhou uma rodada importante em sua batalha contra a fabricante clones de Macs, Psystar Corp, informa o The Wall Street Journal. A primeira acusação contra a empresa foi feita em julho de 2008, cerca de quatro meses depois que a Psystar começou a vender suas máquinas com o sistema Mac OS X.

Recentemente, ambas pediram ao Juiz William Alsup para decidir os principais pontos do caso.  A Psystar acusa a Apple de abusar do sistema Mac, adotando uma prática considerada monopolista.

Na sexta-feira (13/11), o juiz Alsup tomou uma decisão a favor da Apple. “O uso do Mac OS X pela Psystar tem sido excessivo e violou os direitos autorais da Apple”, escreveu Alsup, em um documento de 16 páginas. A decisão deve comprometer toda a linha de defesa da Psytar, segundo o site de legislação Groklaw.

Um representante da Apple não respondeu aos pedidos por entrevistas no domingo (15/11), e a assessoria da Psystar também não foi encontrada para comentar o caso.

A Psystar não se intimidou e, no mesmo dia, lançou três computadores capazes de executar o sistema operacional da Apple, com preços variando entre  599 dólares a 1,499 dólares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail