Home > Notícias

Apple muda de ideia e aprova software de relógio para iPad

Para variar, companhia não deu explicações sobre a mudança; programa tinha sido considerado "limitado" pelos revisores

Macworld / EUA

12/05/2010 às 10h38

Foto:

Lembra daquele aplicativo  de iPad  de relógio analógico que a Apple rejeitou por “possuir funcionalidade limitada”, mesmo já existindo vários aplicativos parecidos na App Store? Bom, a companhia voltou atrás, espontaneamente ao que parece, e aprovou o software.

Recapitulando: Isaiah Carew, desenvolvedor independente por trás do Software YourHead, queria usar o novo tablet como um relógio digital. Não satisfeito com os relógios de iPad disponíveis na loja virtual, ele fez o que todo desenvolvedor empreendedor faria, e criou o seu. A Apple rejeitou o primeiro envio de seu Wall Clock (relógio de parede) por “possuir funcionalidade limitada”. Então, ele adicionou algumas opções e funçõs, reenviou-o, e ouviu outro “não”. Mas a companhia mudou de ideia.

150788-clock_original.jpg

Imagem do aplicativo de Carew, que foi rejeitado e depois aprovado, mesmo sem nenhuma alteração posterior.

O desenvolvedor não realizou nenhuma outra alteração ou atualização no Wall Clock, mas afirma que a Apple ligou na segunda-feira, 11/5, para dizer que "daria mais uma verificada”.  Um dia depois, a segunda versão rejeitada do app estava disponível na App Store. Carew relata que a representante da companhia não deu absolutamente nenhuma explicação para a mudança. “Eu perguntei o que havia mudado, ela não dizia, mas então perguntou se eu ainda estava interessado que o app fosse revisado. Eu disse ‘claro' e foi isso”, explicou Carey, em entrevista à Macworld.

É óbvio que este não é o primeiro nem o mais gritante caso de histórias bizarras de rejeição de apps pela Apple. Recentemente, por exemplo, a companhia inicialmente recusou um aplicativo de cartoons políticos do ganhador do Prêmio Pulitzer, Mark Fiore, aprovando-o apenas depois que veículos de comunicação norte-americanos fizeram barulho sobre o assunto.

Mas o caso de Carew é interessante porque ele não ganhou nenhum prêmio, e nem forçou o assunto com a empresa de Steve Jobs. Ele deixou o app de lado, a Macworld e outros veículos cobriram a história, e parecia ser isso. Mas aqui estamos nós, três semanas após a segunda rejeição, e a Apple aprovou-o sem nenhuma explicação.

Em seu blog, Carew escapa da polêmica em relação ao estranho processo de aprovação da Apple. “Eu finalmente posso ter o relógio que queria desde o início”, escreveu. De fato, o Wall Clock para iPad está disponível na App Store por US$1.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail