Home > Notícias

Apple perde “round” em disputa bilionária com Kodak

Empresa acusa companhia de Steve Jobs e fabricante do BlackBerry de violarem sua patente de preview de imagem

PC World / EUA

28/03/2011 às 12h44

Foto:

Uma imagem pode valer mil palavras, mas, para a Kodak, o preview de uma imagem pode chegar a valer 1 bilhão de dólares. Tudo por causa de uma disputa por patentes da empresa contra a Apple e a RIM. Na última sexta-feira, 25/3, a Comissão de Comércio Internacional  (ITC) concordou em revisar uma denúncia de que os aparelhos da “maçã” e da fabricante do Blackberry supostamente infringem uma patente da Kodak para preview de imagens.

Em janeiro deste ano, um juiz da ITC decidiu a favor da Apple e da RIM, mas a Kodak espera que a comissão reconsidere a decisão individual do juiz e potencialmente coloque de volta na mesa as negociações de direitos que chegam a um bilhão de dólares.

A patente em questão envolve o preview de uma versão em baixa resolução de uma imagem enquanto é gravada uma versão em alta resolução, para economizar poder de processamento do aparelho. Segundo o site da Bloomberg, a Kodak gerou 838 milhões de dólares a partir de patentes no ano passado e afirma que a tecnologia em questão é usada “em toda câmera digital e telefone com uma câmera.”

Apesar de a ITC não poder forçar as empresas a pagarem danos, ela pode ordenar que as companhias parem de importar produtos que utilizam patentes relevantes.

Se comissão de comércio decidir contra a Apple e a RIM, isso provavelmente significa que as duas companhias farão um acordo com a Kodak, em vez de retirar o recurso de futuros telefones ou ficar de fora do mercado norte-americano. Nesse caso, o resultado virtualmente não seria sentido pelos consumidores.

Essa não seria a primeira vez que acontece uma decisão a favor da Kodak neste caso. Em 2009, a ITC decidiu que os telefones da Samsung e LG infringiam a mesma patente, resultando em acordos de 964 milhões de dólares.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail