Home > Notícias

Apple prejudica o consumidor com o veto ao Google Voice

A era de total controle que a Apple e a AT&T (nos Estados Unidos) criaram com o iPhone deve acabar

David Coursey, PC World/EUA

04/08/2009 às 11h36

Foto:

Está na hora de a Apple e a AT&T (operadora exclusiva para a oferta do iPhone nos Estados Unidos) reverem seus conceitos e tomarem a decisão correta quanto à aprovação
do Google Voice, programa que foi rejeitado para iPhone. A era do controle total que essas duas empresas criaram está no fim.

A operadora já admitiu que não poderá ter a exclusividade de oferta do aparelho para sempre e a Apple está na mira da Justiça norte-americana. É uma questão de tempo para que um processo antitruste (que visa combater práticas monopolistas) seja iniciado.

A Comissão Federal de Comunicação dos Estados Unidos (FCC)
investiga a rejeição do Google Voice para iPhone, com o objetivo de entender o veto ao aplicativo.






Com o fim da exclusividade do iPhone, inúmeros usuários devem migrar para outras operadoras, como a Verizon, por exemplo, por estarem descontentes com as ofertas e atitudes da AT&T.

Se for depender da opinião pública dos norte-americanos, um processo da FCC contra essas empresas já está ganho. Tanto a Apple como a AT&T deveriam pensar agora em uma elegante separação para não prejudicar mais ainda a imagem das empresas com seu consumidores. Elas devem boas explicações aos seus clientes...

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail