Home > Notícias

Apple prepara usina solar de US$850 milhões nos Estados Unidos

Usina terá a capacidade de abastecer todas as operações da Apple no estado da Califórnia. Empresa espera 'significante economia'

IDG News Service

11/02/2015 às 12h29

Apple_Store_520.jpg
Foto:

A Apple está investindo em uma gigante usina de energia solar que gerará eletricidade suficiente para atender todas as suas operações dentro do estado da Califórnia, incluindo lojas e escritórios. 

Segundo Tim Cook, CEO da Apple, o investimento será de 850 milhões e conta com a parceria da First Solar. O projeto vai cobrir 525 hectares, algo equivalente a mil campos de futebol em Monterey County, localizado a uma hora do Vale do Silício.

A Apple vai receber 130 megawatts do projeto solar dentro de um contrato de 25 anos, é o contrato mais longo para fins comerciais, informou a First Solar. Além da energia suficiente para atender a Apple na Califórnia, Cook disse que há um excedente o suficiente para atender 15 mil casas dentro do estado.

É o mais recente esforço da empresa fundada por Steve Jobs para aumentar seus certificados verdes. Até então, ela já opera duas usinas solares na costa leste e uma em Nevada. Google e outras empresas de tecnologia também fizeram investimentos similares, apesar de não ter a mesma dimensão.

"Nós estamos fazendo isso porque é a coisa certa a fazer, mas você pode também estar interessado em saber que é algo financeiramente bom", disse Cook durante a Conferência Goldman Sachs Technology e Internet. "Nós estamos esperando economias significantes".

Isso porque o investimento que a Apple fez permite que a empresa fixe um preço em relação a energia solar que se compara favoravelmente à energias tradicionais, caso de fontes como o carvão, por exemplo.

A construção da usina deve começar em meados de 2015 e a expectativa é que seja entregue no final do ano seguinte, informou a First Solar.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail