Home > Notícias

Apple proíbe aplicativos usados para fazer doações humanitárias

Especialistas dizem que burocracia pode ser um dos obstáculos que motivaram decisão da empresa

Redação Macworld Brasil

10/12/2010 às 17h57

Foto:

É importante ter consideração pelo próximo e em atos de altruísmo fazer doações ao necessitados, seja na campanha do agasalho, doando brinquedos para crianças carentes ou mesmo ajudando com dinheiro entidades sem fins lucrativos. Porém, se você quiser doar a partir do iPhone, é melhor começar a pensar em outras maneiras.  

A razão disso é resultado de uma ação da Apple que baniu os aplicativos que permitiam que doações fossem feitas a partir de dispositivos iOS. Aplicativos de associações como a American Cancer Society não podem ser mais utilizados para filantropia. As informações são do jornal The New York Times.  

Membros das associações ficaram descontentes com a decisão e, apesar das doações continuarem pela internet a partir dos respectivos sites das organizações, o processo é mais complicado e envolve muito mais cliques do que se fosse feito a partir de um app.  

Em forma de protesto, Beth Kanter, co-autora do livro Mídias Sociais Transformadoras (que fala sobre entidades sem fins lucrativos no mundo digital) escreveu em seu Twitter que pretende trocar seu iPhone por um celular que utiliza sistema operacional Android. Além disso, a autora iniciou uma petição para chamar a atenção do CEO da Apple, Steve Jobs, que é comparado ao personagem Grinch, – o documento possui mais de 3 mil assinaturas. 

Apesar da Apple não ter se pronunciado em relação ao caso, especialistas acreditam que, pelo fato da empresar trabalhar como “mediadora das doações, isso implicaria em demorados processos burocráticos de gerenciamento e distribuição dos fundos, além da garantia de que as doações cheguem ao seu destino. 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail