Home > Notícias

Apple quer construir campus em formato de nave espacial

Prédio circular, com vasta área verde, deve ser erguido em Cupertino e irá abrigar 12 mil funcionários da empresa

IDG News Service

08/06/2011 às 15h13

Foto:

A Apple planeja construir um novo campus circular com formato de uma "nave espacial", grande o suficiente para abrigar 12 mil colaboradores. Essas instalações, próximas ao quartel-general da empresa em Cupertino, irão gerar sua própria eletricidade. 

O anúncio foi feito por Steve Jobs , durante uma apresentação ao Conselho da cidade de Cupertino nesta terça-feira (7/5). O CEO da empresa afirmou que pretende manter os prédios originais da Apple, mas que precisa de um novo espaço de escritórios para acomodar novos funcionários. 

Parece estranho que um prédio, que terá quatro andares de altura, abrigue 12 mil pessoas em sua única estrutura de formato contínuo, porém, de acordo com Jobs, esse campus é necessário para manter o passo de crescimento da empresa. Esse espaço comprado pela Apple era originalmente da HP, que vendeu a propriedade quando estava diminuindo de tamanho. Steve Jobs disse que esse terreno tem um significado muito especial para ele, pois foi adquirido por Bill Hewlett e Dave Packard, fundadores da HP, que ofereceram um emprego temporário a Jobs em 1969. 

A Apple tem planos para construir uma usina de força que irá gerar energia para o novo campus, e rede elétrica municipal irá funcionar com uma rede de energia reserva. A empresa pretende utilizar gás natural e outras formas de energia renovável.  

applecampus01.jpg

Estrutura circular poderá abrigar 12 mil funcionários e terá 6 mil árvores.

Grande parte do terreno atualmente é asfaltada e usada como estacionamento, mas o novo campus será bem mais verde, de acordo com o CEO da companhia. A Apple quer deixar pelo menos 80% do terreno verde, e a maior parte do estacionamento será subterrânea. Há atualmente cerca de 3,7 mil árvores e a Apple quer aumentar esse número para 6 mil, conforme disse Jobs, que já contratou um paisagista para o trabalho. Outra mudança importante seria a construção de um auditório, para que a Apple não tenha que se deslocar para São Francisco todas as vezes que precisa fazer uma apresentação. 

Os membros dos conselho da cidade reagiram positivamente em relação aos planos de construção dos planos. Kristy Wang, que faz parte deste conselho, chegou a perguntar se a Apple iria fornecer Wi-Fi gratuito à população da cidade. Jobs, por sua vez, recusou-se a comentar, e contra-atacou o munícipe. “Sou um tolo; sempre tive a ideia de que nós pagamos impostos e a cidade deveria fazer esse tipo de coisa. Se nós não tivermos que pagar os impostos, ficarei feliz em colocar o Wi-Fi”.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail