Home > Notícias

Apple rejeita aplicativo que permitia a compra direta de e-books

Segundo a Sony, a companhia de Steve Jobs dificulta a venda de livros eletrônicos e restringe as escolhas do usuário

Macworld/Reino Unido

01/02/2011 às 16h24

Foto:

A Apple anunciou a vários desenvolvedores que não mais permitirá a venda de conteúdo diretamente de um aplicativo (o chamado recurso de compra in-app) que eles tenham criado para o sistema operacional iOS (utilizado no iPhone, iPod e iPad).

Segundo o New York Times, a Sony, uma das empresas que  já foi comunicada pela Apple sobre a alteração, teve um aplicativo para iPhone rejeitado por permitir ao usuário comprar e ler livros diretamente da Sony Reader Store. Segundo a Sony, isso se deve à alteração na política de compra a partir do software.

“Sempre quisemos levar nosso conteúdo ao maior número possível de plataformas, não ficar restritos a um equipamento ou loja”, afirma Steve Haber, presidente da divisão de conteúdo digital da Sony.

Segundo ele, esse tipo de restrição pela Apple é “exatamente contrário do que a Sony quer para o mercado”. A alteração pode também afetar a Amazon, que atualmente oferece o aplicativo gratuito Kindle, que oferece livros eletrônicos também no sistema in-app.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail