Home > Notícias

Apple rejeita novos aplicativos para iPhone

Empresa vetou uma atualização do QuadCamera e barrou um leitor de e-book

David Chartier, Macworld.com

25/05/2009 às 14h09

Foto:

A App Store (loja de aplicativos da Apple) está ficando famosa por rejeitar aplicativos. A lista de softwares vetados ganhou mais  dois nomes nos últimos dias. Depois de ter barrado o programa do Nine Inch Nails no começo de maio, a empresa vetou um leitor de e-books e uma atualização para um software que usa a câmera do aparelho.

Recentemente a Apple rejeitou o aplicativo Eucalyptus, para o iPhone. O motivo: o leitor de e-book, capaz de buscar mais de 20.000 itens na biblioteca do Projeto Gutenberg, foi classificado como um programa que possui “conteúdo sexual impróprio”, pois permitia o acesso a obras como o Kama Sutra.

Detalhe: o Eucalyptus é simplesmente um programa cliente, pois não armazena conteúdo. Ele permite que as pessoas realizem buscas em diretórios – assim como o Safari, por exemplo, permite que os usuários pesquisem na Internet com o Google e o Yahoo.

Depois que o desenvolvedor do aplicativo, Jamie Montgomerie, publicou um post em seu blog protestando, recebeu uma ligação da Apple dizendo que ele podia mandar novamente o aplicativo. E ele já está disponível para download.

Outro programa rejeitado é a atualização do QuadCamera. Aplicativo capaz de capturar uma sequência de fotos rapidamente, aplicar efeitos exclusivos e até mesmo fazer montagens. A atualização da QuadCamera ficou de fora, sem maiores explicações. Por enquanto a versão 1.9 é a mais recente na loja da Apple.

No início deste mês, a Apple começou a exigir que todos os aplicativos fossem atualizados para trabalhar com iPhone OS 3.0, que deve ser lançado no começo de junho. O desenvolvedor do QuadCamera, Takayuki Fukatsu, atendeu o pedido. Apesar disso, a atualização ainda não foi liberada.

Recentemente a App Store vetou a atualização do software do grupo de rock Nine Inch Nails. Os responsáveis pelo serviço consideraram que o software da banda incluia conteúdo “desagradável”. Depois de muitos protestos, a Apple também voltou atrás.

Para não enfrentar um desgaste desnecessário, a Apple precisa repensar rapidamente seu processo de seleção.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail