Home > Notícias

Apple reverte processo por quebra de patentes e “salva” US$ 625 milhões

Mirror Worlds acusou companhia de utilizar indevidamente várias de suas tecnologias, relacionadas à exibição de conteúdos na tela de computadores e smartphones

Macworld/Reino Unido

05/04/2011 às 15h46

Foto:

Uma corte norte-americana revogou o veredicto do caso de infração de patentes que obrigava a Apple pagar centenas de milhões de dólares em danos. Em outubro do ano passado, a empresa foi condenada por um júri federal a pagar 625 milhões de dólares à empresa Mirror Worlds depois que os membros da bancada decidiram que a Apple teria desrespeitado múltiplas patentes que se aplicam à exibição de informações em telas de computadores e dispositivos móveis.

Na época, a Apple argumentou que a quantidade de danos – causados pelas quebras de patentes da Mirror Worlds, no que diz respeito a maneira como um documento é exibido na tela de um computador – era muito alta. A Mirror Worlds, por sua vez, alegou que os recursos Spotlight, Time Machine e Cover Flow infringiam suas patentes.

Informações do Bloomberg afirmam que um juiz federal do estado do Texas rejeitou o caso, e disse que a Apple não desrespeitou as três patentes em questão. O juiz defendeu a validade das patentes da Mirror Worlds, no entanto disse que o veredicto do júri em 2010 foi influenciado por argumentos apresentados pela empresa em questão, que não representavam todos os fatos.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail