Home > Notícias

Apple se prepara para fabricar até 80 milhões de iPhone 6 em 2014

Segundo reportagem do The Wall Street Journal, número corresponde à soma de unidades de dois novos iPhone com telas de 4,7" e 5,5".

IDG News Service

22/07/2014 às 8h45

iphones 6 conceitual 520.jpg
Foto:

A Apple está preparando um lote inicial de 70 a 80 milhões de unidades combinando duas versões de novos iPhone com telas maiores - 4,7 e 5,5 polegadas. Essa seria a maior produção inicial de um iPhone até agora. A informação foi publicada no The Wall Street Journal com base em dados fornecidos por fontes não identificadas e informações de pedidos de compras feitos pela Apple a seus fornecedores.

A empresa estaria antecipando uma grande demanda para o chamado iPhone 6 por conta das telas maiores, diz a reportagem, citando fontes não identificadas. O número de 70 a 80 milhões de unidades fabricados até 30 de dezembro é muito superior ao lote de  50 a 60 milhões de unidades fabricadas no ano passado para os iPhone 5S e 5C, que possuem tela de 4 polegadas, enquanto que o iPhone 4S tem tela de 3,5 polegadas.

A Apple pediu aos fornecedores de componentes que tenham estoque suficiente para até 120 milhões de novos iPhones até o final do ano, levando em conta uma taxa mais alta de erros de montagem do novo equipamento por conta dos novos displays, diz o WSJ.

A fabricação da tela de 5,5 polegadas pode ser mais complicada por conta da complexidade na integração de sensores de toque no LCD, acrescentando o fato de que a tela de cristal sapphire ao invés do vidro para agrega mais dificulade.

O tamanho do novo display do iPhone tem sido motivo de especulação na medida em que o mercado vem consumindo aparelhos com telas maiores. Até 2011, 4 polegadas era a tela de maior tamanho disponível no mercado, mas desde 2013 ela foi para o fim da fila de tamanhos.

A Samsung publicou um anúncio em vídeo no YouTube nesta segunda-feira que mostra um usuário de iPhone com "inveja de display" ao olhar o Galaxy S5 que tem uma tela de 5,1 polegadas.

A Apple não quis comentar a reportagem do WSJ.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail