Home > Notícias

Apple tentou tornar Mac OS X compatível com processadores ARM, diz site

De acordo com blog iMore, projeto feito com universidade descreve como companhia tentou adaptar sistema para funcionar com arquitetura de chip usada no iPhone e no iPad

Macworld / EUA

07/02/2012 às 16h51

Foto:

A Apple pode ter
trabalhado em uma forma de adaptar o kernel Mac OS X Darwin para a mesma
arquitetura de chipset ARMv5 usada pelo iPhone e pelo iPad, de acordo com
informações do blog iMore.

Uma tese chamada
“Porting Darwin to the MV88F6281” descreve como o grupo Platform Technologies
Group, da Apple, passou um período em 2010 trabalhando na adaptação do sistema
operacional Mac OS X para processadores ARM e foi escrita por Tristan Schaap,
que na época era um estagiário, mas atualmente trabalha em tempo integral como
um engenheiro de Core OS na Apple.

Publicado pela Delfte
University of Technology
e descoberta pelo blog 
iMore, o documento detalha como o kernel Darwin – descrito por Schaap
como “a metade mais baixa do sistema operacional Mac OS X” e incluindo o kernel
XNU, que é baseado no microkernel Mach, e na base de usuários – poderia ser
colocado em um estado de operabilidade no processador MV88F6281.

O MV88F6281 é descrito
por Schapp como  “um processador ARMv5te
compatível da Marvell. Ele é baseado no núcleo padrão Sheeva, que é
desenvolvido para ser como o núcleo ARM926EJ-S da ARM”.

A existência da tese poderia sugerir que a Apple considerou a possibilidade de
um MacBook Air ou talvez até um iPad ou iPhone rodando o Mac OS X.

É claro que a companhia
costumava rodar o Mac OS X nos computadores com chips Power PC antes de mudar
para os processadores da Intel e presumivelmente realizou um trabalho extensivo
em torno das possibilidades antes de optar pela mudança. Como o iMore aponta, “Faz
todo sentido para uma companhia que pensa sempre à frente como a Apple possuir versões
do Mac OS X compatíveis com o ARM nos laboratórios de desenvolvimento.”

 

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail