Home > Notícias

Apple terá dificuldades para driblar ‘clone do Mac’

Para advogado será difícil impedir venda de clone já que micro da Apple é igual ao da maioria dos fabricantes.

Redação do IDG Now!

16/04/2008 às 16h49

Foto:

Não será nada fácil para a Apple impedir que a PsyStar venda o Open Computer, suposto clone do Mac, segundo o site da revista Wired.   

A PsyStar anuncia na internet um PC genérico que roda o Leopard, mais recente sistema operacional da Apple, por 400 dólares.

“Legalmente, a Apple não tem muito a fazer”, disse Raj Abhyanker, advogado especializado em patentes. “Basicamente, quando as pessoas vão a uma loja comprar um programa ou baixam o software do site da empresa, elas têm uma licença fornecida pela Apple para usá-lo. Mas a quebra dessa licença dificilmente vai ocasionar graves problemas”, ele afirmou.

O surgimento de um clone do Mac demonstra o poder de mercado da Apple. A empresa de Cupertino vendeu 2,3 milhões de Macs apenas no primeiro trimestre de 2008 – um crescimento duas vezes e meia maior do que a média do mercado de PCs, de acordo com a IDC.

Para Abhyanker, que escrevia patentes para a empresa de Steve Jobs e agora tem sua própria empresa, será realmente difícil impedir a venda de computadores que rodem o Leopard, ainda mais que agora a Apple usa um hardware igual ao de 99% das outras fabricantes.

PsyStar pode não existir
Além da polêmica oferta de um clone do Mac, a PsyStar também levantou suspeitas sobre sua existência. O endereço físico divulgado no site da empresa é na verdade ocupado por uma fabricante de camisetas, que disse não existir nenhuma empresa de computadores no local.
++++
Nesta quarta-feira (16/04), o telefone da PsyStar estava desligado, o que provoca suspeitas de que a empresa não existe.

Charles Arthur, um blogger que escreve para o jornal The Guardian, notou discrepâncias nas informações divulgadas no site da empresa, como a alteração no endereço da sua sede. Na terça-feira (15/04), o endereço indicava, pelo Google Maps, uma região residencial de Miami.

Um homem que atendeu ao telefone na CottonImages.com, a fabricante de camisetas, na terça-feira (15/04), disse nunca ter ouvido falar da PsyStar e que não sabia como eles podiam ter fornecido aquele endereço. Depois de uma interrupção, ele voltou e disse que o haviam orientado para informar que questões referentes à PsyStar deveriam ser enviadas para o e-mail que está no site. 

Além disso, a loja da PsyStar não está ativa. No site, o internauta lê a seguinte mensagem: “Obrigada por visitar a PsyStar. Infelizmente, a loja não está funcionando devido a um problema com as transações de cartão de crédito.”

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail