Home > Notícias

Apple tira do ar vídeos sobre problemas em celulares de concorrentes

Companhia nega ter sofrido pressão de outras companhias para retirar os filmes, que continuam disponíveis em sua página no YouTube

Macworld / Reino Unido

02/08/2010 às 12h12

Foto:

A Apple removeu dos seus sites norte-americano e britânico

uma seleção de testes de vídeo com a antena de aparelhos concorrentes. A página intitulada ‘Smartphone antenna performance’ dizia que “todo smartphone pode perder força no sinal se for seguro de uma determinada maneira. Para demonstrar isso, nós testamos o iPhone 4 juntamente com outros smartphones”.

 

Na página, uma série de vídeos curtos mostrava uma sucessão de testes com smartphones de vários fabricantes diferentes, incluindo Apple, HTC, Motorola, Nokia, RIM e Samsung. Todos os telefones testados, que incluíam o iPhone 3GS, o iPhone 4, o BlackBerry Bold 9700, o HTC Droid Eris, o Motorola Droid X, o Nokia N97 mini e o Samsung Omnia II, mostravam perda de sinal quando “segurados de uma determinada maneira que atenuasse o sinal”, com a recepção caindo para 1 ou 0 barras de sinal em todos os casos.

Os vídeos surgiram pouco tempo depois da conferência de imprensa convocada pela Apple, em 16 de julho, quando o CEO da empresa, Steve Jobs, afirmou que outros smartphones também sofreriam dos mesmos problemas de recepção do iPhone 4, além de anunciar cases gratuitos para todos os donos e futuros compradores (pelo menos até 30/9) do mais recente telefone da companhia.

 

apple4.jpg
Página com vídeos de concorrentes entrou no site da Apple logo após Steve Jobs anunciar cases gratuitos para os donos de iPhone 4.

 

No mês passado, as companhias HTC, Nokia, Samsung e RIM responderam aos vídeos da Apple, sendo que a fabricante dos telefones BlackBerry afirmou que “as alegações da Apple sobre os produtos RIM parecem ser tentativas deliberadas de distorcer o entendimento público sobre um problema de design de antena e para desviar a atenção de situação complicada da Apple”.

Enquanto isso, a HTC e a Samsung disseram ao jornal norte-americano Wall Street Journal que não possuíam conhecimento de qualquer problema de sinal afetando seus telefones. Já a Nokia disse ao jornal The Telegraph que priorizava o desempenho da antena em relação ao design físico para a melhor recepção de sinal possível.

No final de semana, informações davam conta de que a Apple pode ter sofrido pressão para remover os vídeos de seu site norte-americano, apesar de a companhia insistir que esse não foi o caso. Por e-mail, um porta-voz da Apple disse ao site CNET: “Nós constantemente atualizamos o conteúdo na Apple.com. Se você gostaria de acessá-los (os vídeos), pode achá-los arquivados em YouTube.com/Apple.”

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail