Home > Notícias

Apple Watch pode detectar mudanças no ritmo cardíaco dos usuários

Estudo da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, constatou que o relógio da Maçã pode ajudar a identificar quadros de fibrilação atrial

Da Redação

18/03/2019 às 19h35

Foto: Shutterstock

Uma das funções mais comuns nos aparelhos vestíveis é o monitoramento de frequência cardíaca. E um estudo recente da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, constatou que o Apple Watch é um dos dispositivos mais precisos nesse quesito, já que consegue identificar alterações de ritmo cardíaco.

Batizada Apple Heart Study, a pesquisa foi conduzida com 400 mil usuários do relógio da Maçã, por um período de oito meses. Cerca de 0.5% dos voluntários foram alertados pelo gadget sobre alguma inconsistência no padrão cardíaco, indicando alterações irregulares. Com essa informação, 57% dos participantes prontamente procuraram ajuda médica direto pelo app de Saúde, além de realizarem um eletrocardiograma ao longo da semana para detectar possíveis mudanças.

Ao final do estudo, em 84% dos entrevistados foi comprovado um quadro de fibrilação atrial, que é quando o coração bate em ritmo rápido e irregular. Nessa porcentagem, 34% mostraram alguma irregularidade acentuada - algo que, segundo a comunidade médica, é normal ao se tratar de fibrilação atrial intermitente (contínua).

Os pesquisadores usaram modelos do Apple Watch Series 3, uma vez que o Series 4 ainda não havia sido lançado na época em que a pesquisa foi iniciada.

Com informações: Apple, Stanford Medicine

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail