Home > Notícias

Apple x Samsung: empresa coreana promete vingança

Acusada de copiar “descaradamente” o iPhone e o iPad – que teriam servido de inspiração para a linha Galaxy, companhia promete dar o troco

PC World/US

19/04/2011 às 15h51

Foto:

A Samsung está pronta para rebater o processo da Apple. A empresa coreana, acusada de copiar “descaradamente” o iPhone e o iPad – que teriam servido de inspiração para a linha Galaxy – está levando o ataque da rival a sério e “responderá a ação legal à altura”, informa reportagem da Agência France-Presse.

“Em vez de inovar (...) a Samsung prefere copiar a tecnologia da Apple, sua interface de uso e seu design”, afirma o processo da Apple.

A companhia de Steve Jobs afirma que a concorrente infringiu dez de suas patentes, duas de suas propriedades de marca e mais duas de suas características estéticas. Por mais que a Apple talvez tenha razão quanto à questão da aparência, provar a quebra de patentes será algo mais difícil. Outro problema é que, se ela tem do que reclamar, a Samsung não fica para trás:

“Nós achamos que a Apple violou nossas patentes em relação a padrões de comunicação. Estamos considerando uma queixa formal”, afirmou o porta-voz da empresa coreana à Agência Yonhap.

Vale lembrar que a Samsung é uma das maiores fornecedoras de componentes à Apple, como chips e memória RAM. É capaz que ela passe a vender, também, as telas usadas pela companhia para a fabricação do iPad.

Guerra de patentes
Empresas de tecnologia têm o costume de acusar umas às outras em questões relacionadas a patentes. É uma prática conhecida como competição a partir do litígio. Muitas companhias, inclusive, registram ideias – que ainda não saíram do papel – só para evitar que suas rivais saiam na frente: é a “mútua destruição de patentes”. Em outras palavras, se você me processar, eu te processo.

O episódio atual é só mais um entre os muitos que vêm ocorrendo. A Apple, por exemplo, está envolvida em uma ação contra a fabricante HTC – que usa a plataforma Android – e outra contra a Nokia. As duas, aliás, não deixaram por menos, e atacam a inventora do iPhone pelo mesmo motivo que são atacadas: quebra de patentes.

Motorola, Amazon e Microsoft também estão no jogo. A Apple acusa o site varejista de usar ilegalmente o termo App Store, e a Microsoft alega que nem a companhia de Steve Jobs tem o direito de usá-lo. Já a Motorola diz que a Apple quebrou 18 de suas patentes, enquanto que a companhia da maça contra ataca, e afirma que ela que é a prejudicada, pois seis das suas foram desrespeitadas.

Tags

Junte-se a nós e receba nossas melhores histórias de tecnologia. Newsletter por e-mail Newsletter por e-mail