As 5 maiores tendências tecnológicas da CES 2020

Apesar de não ter encontrado o que chamamos de "The Next Big Thing", me deparei com uma série de protótipos e conceitos interessantes

Foto: PCWorld Brasil
https://pcworld.com.br/as-5-maiores-tendencias-tecnologicas-da-ces-2020/
Clique para copiar

Mesmo depois de tantos anos cobrindo o mercado de tecnologia, acompanhar todas as novidades apresentadas na CES ainda é uma missão complicada. Com tantas coisas acontecendo simultaneamente em diferente hotéis e no Centro de Convenções de Las Vegas, chega a ser um pouco frustrante não conseguir ver de perto tudo o que é apresentado no evento.

Apesar de não ter encontrado o que chamamos de “The Next Big Thing”, que é algo que pode ser considerado o grande destaque, me deparei com uma série de protótipos e conceitos. Para entender o que podemos esperar para o futuro da tecnologia, de acordo com os expositores e participantes da CES, separei algumas tendências que se destacaram no evento.

1. Telas dobráveis em notebooks e tablets

A maioria dos computadores com telas dobráveis que vimos na CES deste ano era conceitual, incluindo o Dell Ori, e o Horseband Shoe, da Intel. A ideia era mostrar que as empresas estão trabalhando em dispositivos com essa tecnologia, mas no caso da Intel, por exemplo, não pudemos sequer dobrar o laptop, apenas observar enquanto um funcionário o fazia.

Já a Lenovo bateu o martelo e saiu na frente ao anunciar o Thinkpad X1 Fold por US$ 2.500. O dobrável será comercializado no segundo semestre deste ano e marca apenas o início da era de telas dobráveis em computadores que serão disponibilizados no mercado.

2. Câmeras ainda são o ponto forte do design nos smartphones

Os novos Galaxy Note10 Lite e Galaxy S10 Lite apareceram no estande da Samsung durante a CES 2020. Entre outros pontos, os smartphones recém-lançados sofreram uma alteração no design das câmeras traseiras. Diferente dos seus irmãos de 2019, a versão Lite do Note10 agora possui um módulo quadrado na traseira, lembrando o Google Pixel 4, enquanto o S10 Lite ganhou um formato retangular alinhado na vertical.

Enquanto isso, a OnePlus apresentou o Concept One, um celular com câmeras traseiras que “desaparecem”. O movimento é contrário ao dos concorrentes, que cada vez mais colocam as câmeras em destaque, mas a OnePlus apostou em algo mais discreto e elegante. Fato é que as câmeras ainda são o grande diferencial dos smartphones e os objetos de desejo de grande parte dos usuários.

3. Batalha entre AMD e Intel está cada vez mais forte

Horseshoe bend

Mantendo a tradição anual, AMD versus Intel segue como um dos embates mais animados da CES. Ambas as empresas sempre apresentam uma série de releases consecutivos durante o evento. Neste ano, as keynotes das fabricantes aconteceram no mesmo dia e em horários bem próximos.

Enquanto a AMD apresentou novas CPUs para laptops e processador para desktop, além de uma nova GPU, a Intel detalhou um pouco mais sua próxima geração de processadores e confirmou o nome da sua primeira GPU. O pontapé inicial dessa concorrência foi dado, e o que nos resta é aguardar por bons momentos de disputa ao longo de 2020 que devem beneficiar os consumidores.

4. Sustentabilidade em alta

Soluções com consciência ecológica também marcaram presença e apontaram para uma tecnologia mais verde no futuro. Soluções para redução do uso de produtos químicos na agricultura, robôs que coletam lixo na praia, painel que cria água potável usando apenas energia solar e ar, e uma imitação de carne de porco à base de plantas são alguns dos exemplos do que vimos na CES deste ano.

5. Inteligência das Coisas

Steve Koenig, vice-presidente da Consumer Technology Association (CTA), que é a produtora da CES, disse que a Inteligência das Coisas é a nova Internet das Coisas. Na próxima década veremos uma série de soluções de conectividade, com dispositivos que tendem a antecipar as necessidades humanas e contribuem para a sustentabilidade.

Outro detalhe é que até mesmo objetos sem Inteligência Artificial podem fazer parte do ecossistema conectado, como uma iniciativa da Samsung que permite controlar e conectar objetos com infravermelho, mesmo que não sejam dispositivos nativamente “smart”. E quem vai impulsionar essa nova ideia da Inteligência das Coisas em uma escala maior é a conectividade 5G.

*A jornalista viajou para Las Vegas a convite da Intel.

tags

Relacionadas

CES 2020 | Samsung apresenta Neon, seu projeto de avatares humanos

Os Neons são avatares humanos dotados de inteligência artificial

Hands-on | Samsung Galaxy S10 Lite e Galaxy Note10 Lite

Durante a CES 2020, tivemos a chance de colocar as mãos nos dispositivos

CES 2020 | HyperX apresenta nova linha de acessórios gamers para PCs e consoles

Dispositivos visam tornar a experiência do usuário mais completa

CES 2020 | Intel exibe conceito de notebook dobrável

Uma nova tendência de aparelhos portáteis está a caminho

Conheça os novos recursos do Google Assistente para 2020

Novos comandos aumentarão a utilidade do assistente no dia a dia das pessoas que vivem em casas conectadas

CES 2020 | Uma olhada de perto no Samsung Galaxy Chromebook [hands-on]

Dispositivo mira na simplicidade do Chromebook, mas em uma roupagem mais refinada e premium

CES 2020 | Hyundai e Uber apresentam conceito de carro voador

O protótipo poderá voar a 290 quilômetros por hora e a 600 metros de altitude

CES 2020 | Lenovo apresenta tablet dobrável que vira notebook com teclado físico

Para quem gosta de flexibilidade na hora de se conectar

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site