As principais novidades do iOS 13: modo escuro, Siri, teclado swipe e mais

Plataforma deve ser compatível com iPhones 6S ou superior. Lançamento está programado para setembro

Foto: Apple
https://pcworld.com.br/as-principais-novidades-do-ios-13-modo-escuro-siri-teclado-swipe-e-mais/
Clique para copiar

Como já era esperado, a Apple anunciou oficialmente nesta segunda-feira (3) o iOS 13. As novidades foram divulgadas no palco da WWDC 2019, e traz entre seus principais recursos um modo escuro nativo para a plataforma, mais velocidade de processamento entre janelas, um teclado estilo “swipe”, uma nova interface para o app Lembretes, entre outras características.

A Apple não confirmou quais dispositivos receberão o iOS 13, o que significa que teremos que esperar até setembro, quando for lançada a versão final do sistema. Contudo, especula-se que ele será compatível a partir do iPhone 6S – os modelos 5s e 6 devem ficar de fora do update.

Mais veloz

Um dos grandes diferenciais do iOS em relação ao Android é sua fluidez mesmo em aparelhos mais antigos. E na 13ª versão do software isso não será diferente: de acordo com a companhia, o novo iOS não será mais tão lento quanto no iOS 12 e em versões anteriores. Os apps abrirão duas vezes mais rápido, e a Apple promete um aumento de 30% na velocidade de desbloqueio do Face ID.

Mais privacidade

Segurança e privacidade são outros dois pilares do iOS 13. Entre as novidades está a possibilidade de fornecer sua localidade a um app específico usando a opção “somente uma vez”, evitando que você tenha que realizar esse processo constantemente e de maneira manual.

Além disso, a Apple lançará uma função chamada “Sign in with Apple” (“Entrar com a Apple”), para que desenvolvedores ingressem nos apps e serviços em apenas uma etapa. Já usuários comuns poderão se logar com o Face ID e criar uma nova conta em serviços sem revelar nenhuma informação pessoal, apenas a face. Será possível decidir se você vai ou não fornecer seu e-mail.

Modo escuro

Talvez a função mais comentada e esperada pelos usuários de iOS, e a mudança visual mais marcante com o iOS 13. Todos os aplicativos da Apple suportam à novidade, inclusive a área de notificações. Ela poderá ser ativada pela seção de Ajustes e aplicada a todas as telas.

Quick Path

A Apple também adotou um método semelhante a teclados bem populares no Android, como é o caso do SwiftKey, Swype e Gboard. Agora em modo nativo, o iOS terá um recurso chamado “Quick Path”, em que será possível escrever palavras arrastando com o dedo até formá-las, sem precisar tocar em letra por letra.

Lembretes

Rumores indicavam que o app Lembretes seria totalmente reformulado. E isso aconteceu: além de uma interface mais amigável, a ferramenta passará a exibir seções dedicadas chamadas “Hoje”, “Programado”, “Marcado” e “Tudo”, para facilitar a localização e organização de itens. Outro elemento é a integração de um mecanismo de inteligência artificial, em que o usuário começa a digitar e o próprio app faz sugestões daquilo que você gostaria de ser lembrado, podendo ainda marcar contatos.

E-mail, Notas e Safari

Além do Lembretes, outros apps passarão por algumas mudanças. No E-mail, a Apple vai adotar um visual mais próximo ao visto no desktop, enquanto o Safari exibirá os sites de acordo com as preferências do usuário. O Notas, por sua vez, terá um novo modo de galeria para visualizar todas as notas de uma só vez.

Apple Maps

Os mapas do iOS 13 funcionam como uma nova versão do app de geolocalização da Apple. Segundo a empresa, a plataforma reúne informações mais pertinentes, e a navegação também ficou mais simples. Há ainda um modo embutido que simula o que já se conhece do Google Street View, para visualizar os endereços.

HomeKit

A função de vídeo do HomeKit terá uma nova interface que analisa vídeos em câmeras de segurança salvos no seu dispositivo antes de enviá-los para a nuvem – e, quando isso acontecer, todos os dados serão criptografados previamente. Por padrão, ele guardará dez dias de gravação. O HomeKit também funcionará em roteadores da Linksys e Eero, além de câmeras da Logitech e Arlo.

iMessage e Memojis

Em breve você poderá associar uma imagem de perfil ao seu iMessage, da mesma maneira que acontece em outros mensageiros, como WhatsApp e Facebook Messenger. Será possível usar uma fotografia real ou os famosos Memojis, versões animadas de animais, robôs ou uma versão sua em avatar. Por falar nos Memojis, eles poderão ser transformados em adesivos, que por sua vez podem ser usados em outros apps, como E-mail e WeChat.

Fotos

O app Fotos ganhará uma nova interface de edição para fotos e – surpresa! – também para vídeos. Usuários poderão editar brilho, saturação, sombras, contraste, definição, cores e até reduzir o ruído de imagens e gravações. Os vídeos ainda poderão ser rotacionados diretamente pela galeria, sem que você entre na tela de edição. O Fotos, por sua vez, usará aprendizado de máquina para remover duplicatas e facilitar a procura por conteúdos específicos, como capturas de tela.

Siri

A assistente pessoal do iOS ganhou pouco destaque no keynote da WWDC 2019. Uma das atualizações prometidas para Siri é que ela poderá ler instantaneamente mensagens recebidas enquanto o usuário estiver com os AirPods – e com a vantagem de poder respondê-las no mesmo momento. A função é compatível com os apps de mensagem da Apple e mensageiros de terceiros, desde que haja suporte ao SiriKit.

Outra funcionalidade é o Audio Sharing, que permite compartilhar o áudio em reprodução no seu iPhone com o iPhone de outra pessoa. Para isso, basta colocar um aparelho em cima do outro para iniciar a transmissão. Por fim, a Siri ganhará um update que a Apple chama de “neural text-to-speech”, que tira um pouco do tom robótico da voz da assistente, priorizando uma fala bem mais natural.

Find My

Outro rumor confirmado na WWDC 2019 é que os aplicativos Find My Friends e Find My iPhone serão unidos em uma única ferramenta chamada “Find My”. O novo aplicativo permite rastrear tanto dispositivos eletrônicos quanto amigos e familiares ao mesmo tempo. No caso de iPhones, iPads e iPods, o recurso ainda funciona offline, emitindo um sinal Bluetooth para outros iGadgets, indicando onde o aparelho perdido está. A Apple ainda garante que o mecanismo possui criptografia de ponta-a-ponta, e não terá impacto nos dados pessoais do usuário, nem na bateria dos produtos.

Suporte a mídias externas

O iOS 13 permitirá a transferência de arquivos armazenados em cartões SD e pendrives. Os conteúdos serão enviados diretamente para o app Arquivos.

Este anúncio desaparecerá em:

Ir para o site